[Especial] Sereias de Gotham Vol. 2: Contra o Dr. Esopo e Irmã Zero!

[Especial] Sereias de Gotham Vol. 2: Contra o Dr. Esopo e Irmã Zero!

Sereias de Gotham Vol 2 - Contra o Doutor Esopo e Irmã Zero Destaque 1

Arcos Principais: Canções das Sereias (Songs of The Sirens) e Irmã Zero (Sister Zero).
Publicação Original/ Brasil: Gotham City Sirens #8-13 (DC, 2010)/ A Sombra do Batman #8, #10-14 (Panini, 2011).
Roteiro/ Arte: Paul Dini, Guillem March, Marc Andreyko, Tony Bedard / Guillem March, Andres Guinaldo, Peter Nguyen.

Sereias de Gotham Vol 2 - Contra o Doutor Esopo e Irmã Zero 4

A série Sereias de Gotham rendeu 26 edições (2009-2011), sendo cancelada para a vinda dos Novos 52. Protagonizada pela Arlequina, Hera Venenosa e Mulher-Gato, ajudou a explorar e desenvolver melhor as características das vilãs. Depois de um vol. 1 muito bom, tanto em arte quanto em roteiro, deixando o leitor bastante empolgado, o vol. 2 chega a ser frustrante. Este review especial comenta as edições #8-13 da série, que foram compiladas no encadernado Gotham City Sirens Vol. 2 – Songs of The Sirens e publicadas aqui no mix A Sombra do Batman, compreende dois arcos principais (Vs. Doutor Esopo e Vs. Irmã Zero) e duas histórias curtas, com alguns spoilers!

Sereias de Gotham Vol 2 - Contra o Doutor Esopo e Irmã Zero 1

O MATADOR DO PARQUE

A primeira edição traz uma das cenas que mais gosto e é de longe uma das melhores histórias. Há um novo serial killer em Gotham, matando suas vitimas com toxinas e deixando-as jogadas enroladas em cipós. Tudo indica que seja Hera Venenosa, mas a própria nega os fatos e tenta investigar por conta própria, sendo nocauteada por um estranho e jogada num poço. Assim Arlequina e Mulher-Gato precisam encontrar a amiga antes que seja tarde demais. É uma história curta e muito boa, mostrando mais uma vez como funciona os poderes da Hera. Sem luz solar, ela começa a murchar e morrer, como uma planta. O efeito de Guillem March ilustrando o passar dos dias no poço e como fica sua pele é sensacional. Sereias de Gotham, pra mim, é mais uma série da Hera que das outras vilãs. Ela tem um background muito rico pra se trabalhar. Em alguns momentos, a Hera relembra seus dias no Arkham e como conheceu a Harley. O roteiro e a arte são do próprio Guillem March (Mulher-Gato), com diálogos do Marc Andreyko (Mulher-Maravilha ’77), entregando uma história com alguns clichês, mas num ótimo desenvolvimentos e cenas “WOW”.

Sereias de Gotham Vol 2 - Contra o Doutor Esopo e Irmã Zero 2

VS. DOUTOR ESOPO

O primeiro arco traz de volta o Charada, recebendo a missão de ajudar as Sereias num caso misterioso: uma mulher cai na piscina da Mansão delas, morrendo. O corpo possui arranhões, vinhas e marcas de batom. Tudo que confirmaria a participação das três no crime, só que elas não mataram. O Charada investiga o caso e ouve a versão de cada uma, terminando por analisar a cena do crime. Um começo bem legal, no estilo “versões paralelas da mesma coisa”, mas que desanda muito. Na primeira parte (e vai um pequeno SPOILER) já sabemos a autoria do crime, o vilão Classe C Doutor Esopo. Ele era o dono da Mansão, só que ficou um tempo fora e o Corretor a passou pra frente. Agora ele quer vingança. Suas feras e aves tentam comer o Charada até a chegada das Sereias, que mais parecem as Panteras. Um arco bem sem sal e sem açúcar, que só funciona pra dar uma pequena mudança no status quo da série: o Comissário Gordon acaba sabendo onde as Sereias moram e Charada pensa em voltar pro crime. Paul Dini (LJA – Liberdade e Justiça) volta pro roteiro e recebe Andres Guinaldo (Liga da Justiça Sombria) como desenhista convidado, mas não curti muito seu estilo ou as cores de Ian Hannin (Justiça Jovem) em relação ao Guillem March.

Sereias de Gotham Vol 2 - Contra o Doutor Esopo e Irmã Zero 3

CACHORROS DESAPARECIDOS

O primeiro volume da série também não possui um arco grande definido, são pequenas histórias. Mas neste segundo volume, as pequenas histórias ficaram bem fracas. Nesta aqui, que dura uma edição só como do Matador no Parque, Harleen e Selina tentam encontrar um cachorrinho desaparecido e descobrem que andam desaparecendo vários animais de estimação. Enquanto isso, Hera Venenosa conseguiu um emprego (pra dar um sentido à sua vida) e logo no primeiro dia sai demitindo a galera e se sentido a tal (claro que usando seus poderes). A gente imagina que a empresa seja corrupta ou algo assim, mas não, é só a Hera sendo arrogante mesmo. O desenrolar da história não é previsível, mas é um sorriso amarelo. Uma história que parece um filler, não tinham muito o que fazer e tamparam um buraco.

Sereias de Gotham Vol 2 - Contra o Doutor Esopo e Irmã Zero 5

VS. IRMÃ ZERO

O último arco em duas partes é trash. Paul Dini sai e entra Tony Bedard no roteiro, que escreveu uma grande fase na série Exilados da Marvel, mas entregando aqui uma história super exagerada com ares dos anos 1990. Selina está preocupada com o sumiço de sua irmã, uma freira. Enquanto isso, a própria fulana está em sua jornada louca atrás de Selina, que acredita ser possuída por um Demônio Gato. Ela assassina outra Irmã, recebe um Anjo gostosão psicopata no corpo, pega uma espada e parte pro ataque. Tudo muito insano e tosco. Em paralelo, a Hera está enfrentando algumas dificuldades (e desidratação) no seu emprego, mas Bedard logo a esquece. Andres Guinaldo e Peter Nguyen (Blue State) dividem os desenhos e o resultado é terrível, com várias cenas onde os rostos estão totalmente deformados. Arco sofrível.

Sereias de Gotham Vol 2 - Contra o Doutor Esopo e Irmã Zero 6

Depois de um volume 1 tão bom, fica aquele gosto amargo ao ler este volume 2. Mesmo com algumas cenas interessantes, como a falta de sol e água da Hera (que é sensacional), que também é a melhor personagem, mas todo o resto é bem passável. Vilões classe C e freiras alucinadas? Fica a impressão de serem tapa buracos, principalmente por não trazer um arco só. Criei tanto hype no primeiro review, que agora nem sei o que esperar dos próximos dois volumes. Pelo menos não crio expectativa. O que me surpreende são alguns reviews elogiando o volume e, principalmente, a arte! Como assim? Não costumo dar nota baixa, mas história mais ou menos + arte feia + frustração, dá nisso.

nota 5,5 t

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Comments

comments

Estudante de Artes, consumidor compulsivo de HQs, amante da psicodelia, sonhos, nonsense, teorias da conspiração e colagens. Um mutante. Autor da Central dos Sonhos. + www.filfelix.com.br