[TOP 15] Mulheres nas HQs !

[TOP 15] Mulheres nas HQs !

Hoje, 8 de Março, é o Dia Internacional da Mulher. A ideia de se comemorar tal data surgiu no início do Séc. XX, na luta das mulheres por condições de vida e trabalho melhores, mas só ganhou força com o Movimento Feminista durante a década de 1960. Apesar do fundo social e político, atualmente a data é mais comercial do que militante. Mas vale lembrar o quanto a mulher ganhou espaço no último século.

A presença feminina nos quadrinhos começou tímida, com participações coadjuvantes em tiras de jornais, quase sempre sendo a mocinha à ser salva pelo protagonista. Em 1941 nasce a Mulher-Maravilha, um marco. É a nossa primeira super-heroína, combatendo frente à frente o Batman e o Superman, as estrelas da Liga da Justiça nessa época. Rapidamente se tornou um símbolo feminino e o é até hoje.

E de lá pra cá o cenário feminino só aumentou. A Liga da justiça expandiu e contratou mais femme fatales como a Zatanna, Supergirl e Canário Negro. O Universo do Batman conseguiu ir além e traz a nata da mulherada da DC, como as Sereias de Gotham (Arlequina, Hera Venenosa e Mulher-Gato) e as heroínas Batgirl e Batwoman. Já na Marvel, as mulheres dominaram. Quase todas as super-heroínas famosas são de lá: Elektra, Mulher-Invisível, Mulher-Hulk, Viúva Negra, Feiticeira Escarlate, Vespa… Sem contar nas X-Woman, que multiplica a lista por 10: Jean Grey, Tempestade, Psylocke, Kitty Pride, Emma Frost, Mística, Vampira e dezenas mais. Nos comics de outras editoras também tivemos grandes nomes como Witchblade, Red Sonja, Buffy, Vampirella, Gail.

Nesse TOP reúno 15 das mulheres mais representativas das HQs norte-americanas, seja por sua importância para a história dos quadrinhos ou pelo seu carisma. Claro que, por ser uma lista parcial, ela contém escolhas pessoais.

Silk Spectre by NORVANDELL

NOME: Laurie Juspeczyk – Espectral
ESTRÉIA: 1986 (Watchmen #1)
CARACTERÍSTICAS: força sobre-humana e técnicas de combate. Seu uniforme clássico é amarelo com preto, uma dominatrix vintage.

Silk Spectre by isikol

É TOP? Espectral é a única mulher no Watchmen, a super HQ aclamada e premiada de Alan Moore. Mas está aqui não só por isso. Sua história é bem construída na graphic novel, principalmente seu romance com o Dr. Manhattan, o único com super-poderes no grupo. O fundo político criado por Moore é excelente, que explora o fato dela querer ou não ser uma heroína, devido às crises governamentais e civis. Vale comentar que Laurie é a segunda a se tornar Espectral: a primeira foi sua mãe, a Sally Jupiter.

POR ONDE ANDA? por ser uma Graphic Novel, a Espectral estava destinada a participar apenas dela, mas recentemente ganhou uma mini-série chamada “Ates de Watchmen: Espectral”, que narra os eventos que deram origem à HQ original (e que gerou polêmica com o Alan Moore e fans).

Mística by John Aslarona

NOME: Raven Darkholme – Mística
ESTRÉIA: 1978 (Ms. Marvel #17)
CARACTERÍSTICAS: mutante terrorista com a capacidade de alterar sua forma física, podendo se parecer com qualquer pessoa, inclusive mimetizando a voz. Possui força e agilidade sobre-humana. Seu uniforme característico é branco com detalhes de caveira, além da pele azul.

Mística by Mike Mayhew

É TOP? Mística é uma das minhas personagens preferidas, principalmente por ser destemida com sua ideologia. Podemos dizer que também é uma das primeiras lésbicas a surgir nos quadrinhos (de forma velada, claro). No passado Raven tinha um relacionamento com a falecida mutante Sina, com qual adotou a jovem Vampira. É uma das vilãs mais mortais dos X-Men, seguindo à risca o ideal de superioridade mutante, sendo capaz de matar o próprio filho humano e tentar assassinar políticos anti-mutantes. Perigosíssima.

POR ONDE ANDA? em 2003 Mística ganhou uma série própria e, desde seu término, tem presença constante nas revistas mutantes. Com participação importante na saga Complexo de Messias.

Red Sonja by PaulRenaud

NOME: Red Sonja
ESTRÉIA: 1973 (Conan the Barbarian #23 )
CARACTERÍSTICAS: Guerreira com habilidades de combate incríveis. Seus poderes foram dados por uma Deusa.

Red Sonja by FedeSchroe

É TOP? Red Sonja surgiu numa das revistas do Conan e ganhou notoriedade desde então. Passou para outra editora e estreou um título próprio, se tornando uma das mulheres mais fortes no ramo. Apesar de seu nome sempre estar ligado ao Conan, ela brilha por si só com uma história impactante. Sonja morava com seus pais e irmãos tranquilamente quando são atacados por uma tropa de mercenários: sua família é morta e ela é violentada pelos homens, deixando-a pra morrer no local. Quando tudo parece perdido, surge a visão de uma Deusa, que lhe concede uma segunda chance na vida, lhe dando habilidades em troca dela nunca mais tocar homem algum. Não é pra qualquer uma.

POR ONDE ANDA? Recentemente ganhou uma nova série escrita pela Gail Simone (que adora títulos femininos), apresentando um “reboot” para a personagem.

Batwoman by J. H. Williams III

NOME: Kathy “Kate” Kane – Batwoman
ESTRÉIA: 2006 (52 #7)
CARACTERÍSTICAS: habilidades de combate, detetive e uniforme de alta tecnologia

Batwoman by schultzee

É TOP? Apesar do nome “Batwoman” ter sido usado no passado pela DC, esta Batwoman é bem recente. Recriada em 2006 com novo uniforme, identidade e personalidade, a heroína ganhou destaque e rapidamente se tornou uma das mulheres mais interessantes dos Novos 52. Ela é lésbica e, ao contrário da Mística, é algo evidente e seu relacionamento com a Detetive Maggie Sawyer foi bem explorado. Por isso, a Batwoman se tornou um orgulho para a comunidade LGBT, sendo uma das personagens gays com mais destaque atualmente. Mas não está no TOP apenas por isso. Seu visual foi criado por Alex Ross e perpetuado no traço de J. H. Williams III, o mestre do “high-fashion” nos quadrinhos. Sua série é uma das mais belas visualmente.

POR ONDE ANDA? com o reboot da DC, a Batwoman ganhou um título próprio, lançado até hoje.

Mulher-Hulk by kate-niemczyk

NOME: Jennifer Walters – Mulher-Hulk
ESTRÉIA: 1980 (Savage She-Hulk #1)
CARACTERÍSTICAS: força, velocidade, agilidade e recuperação sobre-humana originados por radiação gama. É advogada.

Mulher-Hulk by northchavis

É TOP? A Mulher-Hulk é uma das personagens mais engraçadas da Marvel, sempre de bom humor e com ótimas sacadas. Seus poderes são oriundos dos raios gama, o mesmo que originou o Hulk. Mas ela é bem mais interessante que seu primo, principalmente por não perder sua personalidade ao se transformar. Um dos dilemas de Jen é tentar conciliar sua vida comum, seu trabalho como advogada e sua vida como super-heroína. Mesmo com a pele verde, também é uma das mais sensuais nos quadrinhos.

POR ONDE ANDA? Sua segunda série própria terminou em 2009 e desde então anda sumida, principalmente com a mudança do manto de Mulher-Hulk para a Lyra, filha do Hulk com Thundra.

Emma Frost by Greg Horn

NOME: Emma Frost – Rainha Branca
EsTRÉIA: 1980 (Uncanny X-Men #129)
CARACTERÍSTICAS: extremamente sensual, seus dons mutantes incluem forte telepatia e pele de diamante. Seus uniformes são sempre brancos, sua marca registrada.

Emma Frost by Adam Hughes

É TOP? Sensual, poderosa e polêmica. Taí minha outra mutante preferida, ao lado da Mística. Emma Frost traz todo o estereótipo da super-heroína/ vilã: uniforme mínimo, sensualidade, peitões, salto alto e uma pitada de moral duvidosa. Mesmo assim, ela é sensacional. Inicialmente surgiu como vilã dos X-Men, mas mais tarde resolveu criar sua própria escola de mutantes. Infelizmente, quase todos os seus alunos foram mortos, deixando um forte trauma na mente de Emma. Mesmo se tornando uma X-Men, é sempre vista pela equipe como alguém não muito confiável. Desenvolveu sua pele de diamante como mutação secundária e tornou-se uma das personalidades mais ambíguas e destemidas no Universo X.

POR ONDE ANDA? Emma ganhou uma série própria em 2003, que durou poucas edições. Mesmo assim, é uma das estrelas nas revistas mutantes até hoje.

Feiticeira Escarlate by Adi Granov

NOME: Wanda Maximoff – Feiticeira Escarlate
ESTRÉIA: 1964 (X-Men #4)
CARACTERÍSTICAS: manipulação da realidade e magia do caos. Seu uniforme é tradicionalmente vermelho com um elmo.

Feiticeira Escarlate by Jerantino

É TOP? Wanda é uma personagem muito interessante, com uma história bem rica. Estreou como vilã mas logo se tornou membro dos Vingadores, sendo um dos poucos mutantes a participar da equipe (ainda mais numa época em que a população era anti-mutante). Começou a se relacionar com o androide Visão, causando polêmica, fazendo com que usasse seus dons para tentar controlá-lo numa certa vez. Talvez em seu momento mais marcante, a Feiticeira Escarlate enlouqueceu e excluiu o gene X de todos os mutantes do mundo com o seu poder na saga Dinastia M. É uma das mutantes mais poderosas do mundo.

POR ONDE ANDA? Ela é membro ativa dos Vingadores, participando das revistas atuais e atuando na recente saga Vingadores Vs X-Men.

Morte by Rod Reis

NOME: Morte dos Perpétuos
ESTRÉIA: 1989 (The Sandman #8)
CARACTERÍSTICAS: imortalidade, oni-presente/ciente/ potente, conduz os aspectos de vida e morte. Geralmente se veste como gótica, sempre com um pingente de Ankh em seu pescoço.

Morte By Javier Gonzalez Pacheco

É TOP? Assim como a Batwoman, a Morte também é um personagem antigo da DC, mas esta Morte foi recriada por Neil Gaiman em 1989, sendo a personificação da ideia de morte e vida na Terra. Mesmo vestindo preto e com todo esse ar de “adeus” que vêm com ela, a Morte é divertida, deslocada e, por que não, também filosófica. Suas participações na série do Sandman sempre traziam mensagens de como a morte age, de como traz vida ao mesmo tempo em que a tira. Ela também é a mais poderosa entre os Perpétuos (grupo de irmãos que personificam aspectos da natureza humana).

POR ONDE ANDA? Ganhou duas graphic novels e sempre aparece em títulos relacionados ao Sandman ou ao Universo Vertigo. Recentemente apareceu em The Sandman: Overture.

Vampirella by rainerpetterart

NOME: Vampirella
ESTRÉIA: 1969 (Vampirella #1)
CARACTERÍSTICAS: diversos poderes vampíricos como vôo, força e agilidade sobre-humana, telepatia, visão noturna, transmutação e outros. Seu traje típico é um maiô vermelho.

Vampirella by daikkenaurora

É TOP? A vampira mais sensual das histórias de terror, Vampirella faz parte daqueles personagens clássicos que tiveram pouca sorte no Brasil. Ela é icônica, só de ver seu semblante já sabemos quem é. Originalmente Vampirella é de outro planeta, onde os rios são de sangue, mas que estão secando. Uma nave da Terra cai neste planeta e ela percebe que há sangue no corpo dos astronautas. Eis que Vamps pega essa nave e chega na América, porém se torna uma vampira boa, uma super-heroína. Interessante comentar que ela foi criada no rastro da Barbarella, que fazia grande sucesso na época.

POR ONDE ANDA? Passou por diversas editoras, mas sempre na ativa. Atualmente pertence à Dynamite, com uma série própria sendo publicada.

Mulher-Gato by RaffaeleMarinetti

NOME: Selina Kyle – Mulher-Gato
ESTRÉIA: 1940 (Batman #1)
CARACTERÍSTICAS: força e agilidade sobre-humana, ótima ginasta, empatia com gatos. Ladra com uniforme tradicionalmente preto com diversos truques.

Mulher-Gato by marvelousdccomics

É TOP? A Mulher-Gato é uma das mais antigas vilãs do Batman, e também uma das mais icônicas do Universo do Morcego. Sua personalidade é forte, sempre indo atrás de seus objetivos, o que não significa necessariamente ser vilã ou heroína. Esse aspecto duplo de seu disfarce sempre é destaque em sua relação com o Batman. Já protagonizou grandes histórias e teve sua origem recontada várias vezes (gosto da que a retrata como uma ex-prostituta). Se aliou à Hera Venenosa e Arlequina, formando o grupo Sereias de Gotham. Possui uma sensualidade única, realmente como uma gata, e também um ótimo carisma. Todos curtem/ querem ser a Mulher-Gato ^^.

POR ONDE ANDA? Ganhou diversas séries próprias e especiais. Atualmente, está sendo publicada em seu quarto volume pelos Novos 52.

Fênix by Artgerm

NOME: Jean Grey – Fênix
ESTRÉIA: 1975 (X-Men #1 )
CARACTERÍSTICAS: telepatia e telecinese nível ômega, hospedeira da Força Fênix. Uniforme tradicional verde.

Fênix by mikemayhew

É TOP? Por mais que Jean Grey não seja uma das minhas preferidas, ela é um dos membros originais dos X-Men e se tornou um ícone dos quadrinhos ao se tornar hospedeira da Força Fênix e protagonizar sagas clássicas dos mutantes. Hoje em dia virou comédia, graças às inúmeras vezes que morreu (ou pareceu ter morrido) e voltou à vida. Seus poderes são fortes e ao receber a entidade se torna quase que ilimitados, se tornando uma das mutantes mais poderosas e temidas. Assim como em Watchmen, Jean também era a única mulher no início dos X-Men.

POR ONDE ANDA? Fênix está morta desde o final da fase Morrison, por volta de 2005, e desde então só aparece esporadicamente como lembrança. Mas como de costume, recentemente ela voltou à estrelar as revistas mutantes, agora em sua versão jovem.

Batgirl by Artgerm

NOME: Barbara Gordon – Batgirl
ESTRÉIA: 1967 (Detective Comics #359)
CARACTERÍSTICAS: habilidades marciais, detetive, memória fotográfica, inteligência acima da média e hacker de computador. Seu uniforme é de alta tecnologia, geralmente roxo.

Batgirl by AlexGarner

É TOP? Barbara é uma daquelas personagens que passou por poucas e boas e continua firme e forte. Atuando como Batgirl, ganhou notoriedade e não era apenas a contraparte feminina do Batman, tinha suas próprias histórias e dramas.  Mas eis que chega o Coringa e, numa das cenas mais marcantes dos quadrinhos, atira à queima roupa. A bala atinge sua coluna e a deixa paraplégica… pra (quase) sempre. Sim, a editora não voltou atrás com mais uma cura mirabolante. E assim surge a Oráculo, nova identidade de Bárbara, atuando como uma hacker e informante, quase que uma líder das Aves de Rapina. Uma das mulheres mais importantes das HQs.

POR ONDE ANDA Bárbara permanecia como Oráculo até o reboot da DC, que resolveu tirá-la da cadeira de rodas e lhe entregar o uniforme de Batgirl mais uma vez. Apesar de curá-la, os primeiros arcos de seu título solo exploravam sua recuperação.

Hera Venenosa by dcwj

NOME: Dr. Pamela Lillian Isley – Hera Venenosa
ESTRÉIA: 1966 (Batman #18)
CARACTERÍSTICAS: especialista em botânica, manipula vida vegetal, imune à todas as toxinas, sendo capaz de produzi-las, também. Seu uniforme geralmente é composto por plantas e sua pele as vezes é verde.

Hera Venenosa by TyRomsa

É TOP? Talvez uma das surpresas no TOP, Hera Venenosa é uma das vilãs mais sãs do Batman. Sendo uma mescla entre planta e humano, Hera é na verdade mais planta que qualquer outra coisa. Sua ligação com o Verde e com elas é muito forte e a transforma numa das personagens mais interessantes e complexas pra se trabalhar. Podendo controlar todo tipo de vegetal e com sua pele venenosa, se torna uma das inimigas mais poderosas do Morcego. Por possuir um sistema como o das plantas, precisa do Sol para sobreviver (nessa história, ela é trancafiada no escuro e começa a apodrecer). O destaque de Hera Venenosa vai por seus objetivos: ela não quer dominar o mundo nem nada parecido, ela é uma ecoterrorista; vai atrás de empresas que desmatam florestas ou magnatas que pisam em flores. Ela é sensacional.

POR ONDE ANDA? Pamela teve alguns especiais e chegou a estrelar a revista Sereias de Gotham. Recentemente estava na Aves de Rapina dos Novos 52 (com um péssimo novo uniforme, diga-se).

Tempestade Punk by Rahzzah

NOME: Ororo Munroe –  Tempestade
ESTRÉIA: 1975 (Giant-Size X-Men #1)
CARACTERÍSTICAS: controla o clima e é uma excelente lutadora. É claustrofóbica. Seu uniforme varia do preto pro branco, quase sempre com capa.

Tempestade by Protokitty

É TOP? Tempestade surgiu numa época em que os X-Men estavam se internacionalizando: teve o Wolverine (Canadá), Noturno (Alemanha), Colossus (Rússia) entre outros. Ororo vinha, então, para representar a África, sendo talvez a primeira heroína negra com destaque, cargo que ocupa até hoje. Ela tem uma importância única para os quadrinhos. Até hoje quase não existe heroínas negras, ela permanece como praticamente a única. E não está no pódio apenas por isso, sua personalidade é forte, já perdeu os poderes e provou sua força num combate corpo a corpo com o Ciclope, já foi líder dos X-Men diversas vezes, raspou a cabeça na clássica fase punk, enfrentou seu medo de lugares fechados e até se casou com o Pantera Negra, se tornando Rainha de Wakanda. Não é a toa que é chamada de Deusa por muitos.

POR ONDE ANDA: Desde sua estréia, Tempestade sempre esteve presente nas revistas mutantes, apesar de não possuir título solo. Atualmente está na nova equipe dos X-Men.

Mulher-Maravilha by RaffaeleMarinetti

NOME: Princesa Diana – Mulher-Maravilha
ESTRÉIA: 1941 (All Star Comics #8)
CARACTERÍSTICAS: super força, agilidade, velocidade e poder de voo. Uniforme mágico composto por braceletes indestrutíveis, espada e tiara mágica, além de do laço da verdade. Sua roupa sempre representa as cores dos EUA.

Mulher-Maravilha by Milayna

É TOP? Eis nossa primeira colocada. A primeira grande heroína dos quadrinhos, a pioneira no feminismo dentro de um mercado dominado por homens. A Mulher-Maravilha é o símbolo da mulher, surgiu como tal e permanece sendo até hoje. Combatia pela justiça, paz e igualdade entre homens e mulheres.  É de uma força e moral incríveis. Oriunda de Themyscira, cresceu como Amazona e se tornou uma das melhores guerreiras da Ilha. Mesmo na América levava em consideração os mandamentos de sua terra natal, de não se envolver com homens. O que conflitava sua relação com o Superman. Eis que atualmente, os dois se juntaram ^^

POR ONDE ANDA? Desde sua criação, protagoniza um título solo que já passou por vários volumes. Atualmente, estreia sua série nos Novos 52 e participa da Liga da Justiça.

*

Quase entraram no TOP: Arlequina, Buffy, Witchblade, Mulher-Invisível, Zatanna e Elektra. Menção honrosa para: Desejo, Lady Loki, Psylocke, Canário Negro, Mary Jane, Spiral, Lady Letal, Dinamite, Medusa, Ravena e Viúva Negra.

Quadrinhos é entretenimento, mas não se resume a isso. Também é uma poderosa ferramenta que pode e deve gerar discussões! Interessante comentar a ausência de mulheres trans no Top, pois são quase que inexistentes dentro das séries do mainstream. Para entender um pouco sobre representatividade LGBT dentro das HQs, indico esse outro artigo aqui do blog: Um Debate Sobre a Diversidade Sexual nos Quadrinhos.

E é isso. Concorda ou discorda? Vale comentar que o tema “mulheres nos quadrinhos” gera bastante polêmica, principalmente pela forma como são retratadas. Há muito estereótipo no mercado, principalmente com a parte sexual. Mas isso é assunto pra outro texto.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Comments

comments

Estudante de Artes, consumidor compulsivo de HQs, amante da psicodelia, sonhos, nonsense, teorias da conspiração e colagens. Um mutante. Autor da Central dos Sonhos. + www.filfelix.com.br