[Review] Graphic Marvel #4 - A Sensacional Mulher-Hulk !

[Review] Graphic Marvel #4 – A Sensacional Mulher-Hulk !

graphic-marvel-4-a-sensacional-mulher-hulk-capa
Nome Original: Marvel Graphic Novel #18 – The Sensational She-Hulk 
Editora/Ano: Abril, 1990 (Marvel, 1985) 
Preço/ Páginas: Cr$ 200,00/ 76 páginas
Gênero: Ação/ Super-Herói
Roteiro: John Byrne
Arte:  John Byrne & Petra Scotese (Cores)
Sinopse: Jennifer Walters, a Mulher-Hulk, juntamente com seu namorado Wyatt Wingfoot, é capturada pela S.H.I.E.L.D, devido ao medo que uma possível perda de controle, a exemplo do que aconteceu com seu primo Bruce Banner, possa causar aos EUA. Assim, a heroína é sequestrada para ser analisada, interrogada e examinada ao extremo. Juntamente com eles, foram capturados outras pessoas, entre elas um mineiro com quase uma centena de anos. Um desastre acontece, e só a Mulher-Hulk poderá salvar o dia. 

 .

A Marvel publicou uma série de graphic novels durante a década de 80. Os primeiros 20 volumes foram numerados oficialmente como Marvel Graphic Novel, do 21 ao 38, o nome se manteve, mas sem uma numeração fixa. Mais quadrinhos nesse formato foram lançados, mas sem uma relação explícita com a série Graphic Marvel; alguns especialistas incluem essas outras revistas na série, totalizando, então, 75 edições (1982-1993).
 
a-sensacional-mulher-hulk-graphic-novel-p-25C3-25A1gina-1 
A intenção dessas edições era de trazer grandes histórias envolvendo super-heróis ou introduzir novas equipes de maneira triunfal, com Os Novos Mutantes, saindo um pouco da mesmice das edições mensais. Claro que houve falhas, mas também acertos. É dessa safra que temos X-Men: Deus Ama, o Homem Mata (O Conflito de uma Raça), A Morte do Capitão Marvel e Demolidor: Amor e Guerra, lançados aqui pela Abril. Infelizmente, a editora não publicou toda a série original e há muitos títulos inéditos até hoje. A Sensacional Mulher-Hulk é o quarto título lançado pelo selo Graphic Marvel da Abril,  mantendo o formato magazine e trazendo uma ótima história, com a hilária giganta esmeralda.
 .
Tudo começa quando Jennifer e seu namorado, Wingfoot, tentam fazer um passeio com um casal comum, mas agentes da SHIELD aparecem e os sequestram, com medo de que ela se descontrole e cause danos à população, assim como o Hulk, seu primo. Levada ao Aeroporta-Aviões da organização, a Mulher-Hulk é obrigada a ficar nua e passar por diversos exames, para o desfrute do comandante Doonley. Uma nova ameaça surge e coloca toda a tropa em estado de alerta, já que o impossível acontece: o Aeroporta-Aviões começa a cair e sobra para Mulher-Hulk salvar o dia.
 
a-sensacional-mulher-hulk-graphic-novel-p-25C3-25A1gina-2 
Sim, a história não é das mais criativas, mas consegue se diferenciar, e bastante, das aventuras comuns ao super-heróis. Temos uma Mulher-Hulk ácida nas palavras, sem nenhum pudor, além de várias piadas relacionadas à sua beleza. E ela não tem problema algum em ficar nua ! O que poderia ser apenas mais uma HQ, se torna algo muito divertido de se ler, além de ser um pontapé para outras aventuras.
 .
Assim como mostra na introdução da edição, John Byrne é um roteirista polêmico, sempre fazendo grandes modificações nos personagens em que trabalha. Foi um dos primeiros a querer tirar o Estrela Polar do armário; deu o título de “sensacional” à Mulher-Hulk, antes chamada de Selvagem, além de torna-la mais irreverente e sensual, algo que perdura até os dias de hoje. Os fans nem sempre gostam dessas mudanças.
 
a-sensacional-mulher-hulk-graphic-novel-p-25C3-25A1gina-3 
Mas para a Mulher-Hulk tudo ocorreu maravilhosamente bem e, nesta graphic novel, temos retratado a essência da personagem. Mesmo trazendo situações um tanto quanto improváveis, como a queda da SHIELD e a facilidade com que Jennifer colabora com seus raptores, tudo parece realmente viável com a boa desenvoltura da personagem, pois não há nada de pretensioso na história, além de querer divertir o leitor, e consegue ! Sendo uma das HQs de heróis mais engraçadas que já pude ler.
 .
A arte também está a altura do título, com excelentes desenhos de John Byrne e as cores de Petra Scotese (A Vingança do Monolito Vivo), destaque para as sensacionais poses de Jen e as de página dupla, com o Aeroporta-Aviões da SHIELD. Para os fans da personagem, é uma excelente leitura, pois trata-se da época em que passou no Quarteto Fantástico, substituindo o Coisa, com o roteiro de Byrne, que mudou a personagem para sempre.
 .
Por ser uma edição antiga e que nunca foi reeditada, como a de X-Men: Deus Ama, o Homem Mata, não será fácil encontrar A Sensacional Mulher-Hulk, mas em sebos é possível. Como dica, comprei minha edição na Rika Comics, que possui outros exemplares. O acabamento é simples, com lombada redonda e formato magazine, maior que o americano. Temos algumas introduções à Byrne e à personagem.
 nota 9,0 ;
* Para quem quer conhecer um pouco mais de Jen, já fiz um resumo da personagem aqui no blog.
a-sensacional-mulher-hulk-graphic-novel-p-25C3-25A1gina-4
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Comments

comments

Estudante de Artes, consumidor compulsivo de HQs, amante da psicodelia, sonhos, nonsense, teorias da conspiração e colagens. Um mutante. Autor da Central dos Sonhos. + www.filfelix.com.br