[Review] Marvel Especial #2 – Tempestade!

[Review] Marvel Especial #2 – Tempestade!

Marvel Especial #2 - Tempestade

Nome Original: Storm #1 ao #6
Editora/Ano: Panini, 2007 (Marvel, 2006)
Preço/ Páginas: R$6,90 / 100 páginas
Gênero: Super-Herói/ Alternativo
Roteiro: Eric Jerome Dickey
Arte:
David Yardin & Lan Medina
Sinopse: a história do primeiro encontro entre dois dos mais adorados heróis Marvel, a x-man Tempestade e o nobre Pantera Negra. Uma ladra órfã, que sobrevive apenas com a sua malícia nas ruas da África, descobre que está desenvolvendo incríveis habilidades mutantes. Um príncipe guerreiro embarca no seu ritual de passagem enquanto vislumbra a enorme responsabilidade que o futuro lhe reserva. E um bando de mercenários decididos a capturar a lendária figura conhecida como Filha do Vento. A emocionante origem da paixao que culminou no Casamento do Século.

***

No review de X-Men Extra #59, #60 e #61, depois dos X-Men enfrentarem o tosco Fantasma Vermelho, vimos que Tempestade preferiu ficar um tempo na África para talvez se aproximar do Pantera Negra, sua antiga paixão. Neste Especial, temos contado a pré-adolescência da mutante, como conheceu e se envolveu com o Príncipe de Wakanda, como se tornou órfã e ladra.

Storm #1

Ororo nasceu de N’dara, a princesa de uma tribo no Quênia, e de David Munroe, um fotojornalista. Ainda bebê, sua família precisou se mudar de Manhattan para o Cairo, fugindo do ódio e preconceito. Porém, com o país em guerra, sua casa foi atingida por um avião em chamas, matando seus pais e a deixando soterrada, com apenas 6 anos. Órfã e perdida, começou a roubar e seguir seu próprio rumo, tornando-se uma das melhores ladras e arrombadoras de fechadura da África.

Com 12 anos, pertenceu a um grupo de ladrões também órfãos, comandados por um homem conhecido por Professor. Com poucos amigos e seus dons mutantes começando a despertar, chama a atenção de um caçador americano, que quer a todo custo capturá-la. Em meio ao conflito entre a jovem e o estrangeiro, surge T’challa, filho do Rei de Wakanda, a maior nação da África, a salvando. É criado, então, um elo entre os dois, uma pequena paixão. Porém o caçador não irá deixar sua presa assim tão fácil…

Storm #4

O roteiro é do escritor best-seller Eric Jerome Dickey, conhecido por seus romances sobre a vida dos afro-americanos. Com alçada para isso, ele traz diversos temas ligados ao racismo, colonialismo, escravidão e até feminismo. A história por trás de Tempestade é simples e caminha como um roteiro de cinema, porém muito bem desenvolvida. Há Ororo e T’Challa, conhecendo a extensão de seus poderes e se apaixonando; a filha do Professor, que sente ciúmes do relacionamento de seu pai com a Ororo; o próprio Professor, órfão de Wakanda, um guia para as crianças; o Caçador americano e seu irmão troglodita, ambos interessados na mutante e no príncipe.

Storm #2

Mas a qualidade desse especial está em sua subtrama, que funciona como crítica. Nos diálogos, todos bem escritos, temos deste nuances da vida dos afro-americanos nos Estados Unidos, o preconceito e conflito entre brancos e negros, até a mistura entre fé e alienação na criação de guerras santas. Há um questionamento sobre quando uma menina se torna mulher, num dos pontos altos da HQ, que também a torna feminista. E por se tratar de uma protagonista mulher, ainda há vários outros temas ligados ao universo feminino, como dos ciclos menstruais, mas de maneira delicada e, o que é melhor, do ponto de vista das mulheres, e não dos homens. Preciso reconhecer a coragem da Marvel em tratar, até mesmo, sobre a perda de virgindade.

Ainda no subtexto temos a insinuação de como a união de Ororo e T’Challa poderia conquistar o mundo, unindo os poderes quase ilimitados de um com a nação mais poderosa do outro. Também é interessante ver como ela, mesmo trazendo um semblante sério e carregado, ainda continua sendo uma pré-adolescente apaixonada.

Storm #6

Os desenhos são de David Yardin (Aria – O Mercado de Almas) & Lan Medina (Fábulas), que imprimem bem o estilo de narrar do Dickey, bastante ágil e bonito, trazendo na feição dos personagens traços africanos característicos, fugindo da “americanização” dos negros que vemos em algumas histórias. As capas que vem no miolo são fenomenais. Tempestade é uma ótima HQ para conhecer mais sobre o passado da mutante, dando espaço para seu casamento com T’Challa e ainda consegue trazer temas importantes nas entrelinhas.

nota 8,5 d

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Comments

comments

Estudante de Artes, consumidor compulsivo de HQs, amante da psicodelia, sonhos, nonsense, teorias da conspiração e colagens. Um mutante. Autor da Central dos Sonhos. + www.filfelix.com.br