[Review] Marvel Deluxe: Dinastia M!

[Review] Marvel Deluxe: Dinastia M!

Marvel Deluxe Dinastia M Panini Capa

Nome Original: House of M #1 ao #8,  The Pulse: House of M Special Edition,  Secrets of The House of M
Editora/Ano: Panini, 2015 (Marvel, 2005)
Preço/ Páginas: R$64,00/ 276 páginas
Gênero: Ação/ Super-Herói
Roteiro: Brian Michael Bendis
Arte: Olivier Coipel
Sinopse: E houve um dia, um dia como nenhum outro, em que os Vingadores tombaram! A queda da equipe não foi obra de nenhum velho inimigo ou supervilão, mas de alguém da própria equipe: a Feiticeira Escarlate! Num rompante de loucura e uso indiscriminado de seus poderes de alteração da realidade, Wanda Maximoff se voltou contra seus companheiros levando alguns deles à morte e afetando profundamente todos aqueles que restaram. E agora, integrantes dos Vingadores e dos X-Men se reúnem para decidir qual será o destino da filha de Magneto, o Mestre do Magnetismo, sem suspeitar que podem estar prestes a condenar uma raça inteira ao declínio!

***

Considerada uma das maiores sagas modernas da Marvel, Dinastia M foi um evento enorme ocorrido em 2005 que envolvia tanto os Vingadores quantos os X-Men, e que deixou diversas consequências para o Universo Marvel como um todo. Contextualizando: a Feiticeira Escarlate teve um colapso nervoso na mansão dos Vingadores que resultou na morte de alguns colegas de equipe, incluindo seu marido (o Visão) e deixando diversos feridos, na saga conhecida por Vingadores – A Queda. Em seguida ela passa a delirar e é capturada por Magneto, seu pai, ficando escondida em Genosha (X-Men Extra #50 a #52). Tanto o Professor Xavier quanto o Doutor Estranho tentaram auxiliar em sua melhora, mas sem resultados (X-Men Extra #56 a #58).

Marvel Deluxe Dinastia M página 5

Dinastia M ocorre logo após isso. Na saga, os Vingadores convocam os X-Men para uma reunião urgente: o que farão com Wanda? Além de uma mutante e vingadora poderosa demais e sem nenhum controle, também precisa pagar por seus crimes. Enquanto alguns, como o Wolverine, sugere assassinar a mulher, outros preferem algo mais ameno. Assim, todos vão para Genosha tentar encontrá-la. Mas são transferidos para uma nova realidade – a Dinastia M -, moldada pela Feiticeira Escarlate, um mundo totalmente diferente, dominado pela raça mutante e governado por Magnus.

Confesso que criei bastante expectativa por essa saga. Afinal de contas, é onde acontece o tão icônico “No More Mutants“. O resultado não foi bem o que esperava e, particularmente, odeio histórias em realidades paralelas (com exceção dos Exilados). O roteiro é de Brian Michael Bendis, responsável pela retomada de séries como Cavaleiro da Lua, Demolidor e Guardiões da Galaxia. Seu trabalho aqui é bem cinematográfico e construído, intenso do começo ao fim, criando diversos conceitos interessantes para a cronologia, que comentarei mais pra baixo.

Marvel Deluxe Dinastia M página 4

A realidade de Dinastia M não é bem alternativa, na verdade ela é a realidade oficial mas alterada pela Wanda. Ela cria um mundo onde os mutantes são a maioria e os homo sapiens estão entrando em extinção, um acontecimento natural tendo em vista que a população mutante só vinha aumentando. A vida de heróis e vilões foram modificadas drasticamente – e aqui entra uma grande sacada do Bendis -, a Feiticeira deu a vida que todos queriam ter: Homem-Aranha casado com Gwen e Tio Ben vivo; Mística, Vampira e Noturno unidos e trabalhando na SHIELD; Magneto Imperador de Genosha; Tempestade princesa do Quênia; Victor Von Doom sem armadura; entre diversos outros. Ninguém se lembra da realidade anterior, apenas Wolverine e uma garota, Layla, que consegue desencadear as antigas memórias.

Com a ajuda de Layla, Logan passa a recrutar novos parceiros para invadir Genosha e destruir Magneto e Wanda, além de tentar achar Charles, possivelmente forçado a entrar na mente de todos e saber o que cada um realmente queria. O desenvolvimento é bom e é interessante ver como alguns heróis e vilões se tornaram, mas as vezes cansa um pouco e você quer simplesmente saber como termina. O final é, sem dúvidas, a melhor parte de Dinastia M.

Marvel Deluxe Dinastia M página 2

Spoilers: Magneto fica enfurecido ao despertar e descobrir que foi transformado numa espécie de tirano, e mata seu filho Pietro por ter induzido sua irmã a fazer isso. Já a Feiticeira, ao descobrir de sua morte, entra em mais um colapso e percebe que os mutantes são os erros da realidade, soltando o “Chega de Mutantes” e devolvendo todos a realidade tradicional, mas erradicando o gene X de quase toda a população. A reação da galera é o melhor da saga: uma crise no Instituto, com muitos alunos desesperados; Emma e Wolverine insanos atrás da Feiticeira; os Vingadores quase que com pena dos X-Men; a repercussão da mídia com o ocorrido, entre outras coisas.

Marvel Deluxe Dinastia M página 3

A arte é de Olivier Coipel (Thor – Renascer dos Deuses, O Cerco), que dá uma caracterização diferente do usual aos X-Men como Ciclope, mas bastante competente. O efeito de quebra-cabeça dos poderes da Wanda são animais, as páginas panorâmicas e a ambientalização dessa nova realidade são os pontos altos. E nunca é demais ver Emma Frost sendo racional, fria e mandona num traço bonito ^^.

Dinastia M foi publicada originalmente em 4 edições no Brasil em 2006, mas recentemente ganhou algumas republicações: um encadernado simples em 2009 e esta versão deluxe em 2015. Também saiu na coleção de Graphic Novels da Salvat. A versão Deluxe da Panini possui acabamento de “luxo” em capa dura e miolo em couché, trazendo uma introdução caprichada além de materiais extras: a revista Pulse, com fofocas dos sapiens e mutantes famosos; uma entrevista com os cientistas Henry Pym, Henry McCoy e Otto Octavius; e Segredos da Dinastia M, um compilado de informações de diversos personagens e grupos nessa realidade. Todos ampliando a experiência da saga. Além das capas originais e bio dos autores.

Marvel Deluxe Dinastia M página 1

Como estou acompanhando os mutantes, vai ser interessante ver como a equipe lidou com a extinção do gene X. Também fiquei curioso em saber sobre os filhos da Wanda, atualmente Wiccano e Célere, em como serão incluídos na cronologia. “Dinastia M” talvez seja um dos maiores marcos da Marvel recentemente, um jeito de diminuir a população mutante e dar uma guinada nos X-Men, mexendo fortemente em seus personagens. Uma ótima leitura, mas que não considero uma obra prima como comentam. Quem desconhece A Queda ou o que se passava com Charles e Magneto em Genosha, pode não entender muita coisa. Esta edição da Panini é super caprichada e vale a pena, apesar do valor salgado, agregando valor ao camarote à nota.

nota 8,5 d

*Manto possui um poder muito interessante, me lembrou da Ravena. Fiquei interessado em ler sua série (Manto e Adega), mas infelizmente nenhum especial ou encadernado foi lançado no Brasil ainda.

*Devido a capa dura, é complicado escanear então peguei as páginas na net 😉

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Comments

comments

Estudante de Artes, consumidor compulsivo de HQs, amante da psicodelia, sonhos, nonsense, teorias da conspiração e colagens. Um mutante. Autor da Central dos Sonhos. + www.filfelix.com.br