[Especial] Fabulosa X-Force: A Saga do Anjo Negro!

[Especial] Fabulosa X-Force: A Saga do Anjo Negro!

Fabulosa X-Force - Saga do Anjo Negro Destaque 1

Arcos Principais: A Saga do Anjo Negro (The Dark Angel Saga).
Publicação Original/ Brasil: Uncanny X-Force #8-19 (Marvel, 2011)/ X-Men Extra #125-127, #129, #131-134 e #138-139 (Panini, 2012).
Roteiro/ Arte: Rick Remender /Billy Tan, Mark Brooks, Jerome Opeña

Fabulosa X-Force - Saga do Anjo Negro 3

A Saga do Anjo Negro foi um arco enorme publicado em 2011 na Fabulosa X-Force, mostrando o Anjo sendo tomado totalmente pela influência do Apocalipse e, com o vilão fora de cena, ascendendo como o futuro líder dos Akkaba. Muito sangue, mortes, Cavaleiros do Apocalipse e versões alternativas em mais de 10 edições que foram compiladas em dois encadernados americanos: The Dark Angel Saga Book 1 e 2 (Uncanny X-Force #8-19) e que saíram por aqui no mix X-Men Extra. Review especial desse arco que deu uma bela modificada no Anjo, com spoilers!

Fabulosa X-Force - Saga do Anjo Negro 1

A SAGA DO ANJO NEGRO

O título pega carona num dos clássicos dos X-Men, que foi a Saga da Fênix Negra no fim dos anos 1970, e tenta, à sua maneira, modificar e colocar um fardo sobre os ombros do Anjo assim como foi pra Jean. Apesar do arco em si ter 8 partes (edições Uncanny X-Force #11-18), os eventos começam já na edição #8, numa pequena confusão: a X-Force encontra o Rei das Sombras numa missão, colocando Warren (que vem sofrendo com a influência de Apocalipse) em desvantagem e desprotegido. A Psylocke até tenta subir algumas barreiras em sua mente, mas o Rei das Sombras meio que consegue liberar o Arcanjo delas e Warren se transforma 100%. Logan liberta o Fera Negra, pedindo ajuda para lidarem com isso, e a única maneira de impedirem que o Arcanjo tome conta de uma vez e seja o sucessor do Apocalipse é utilizando uma “Semente da Vida“, geralmente encontradas em Celestiais, que poderão consertá-lo. Porém a única semente que o Fera Negro possui está em seus antigos aposentos, na Era do Apocalipse. Assim toda a equipe viaja para essa outra realidade. Esse início tem alguns destaques, como a batalha contra o Rei das Sombras, que não lembro se já tinha visto ele nessa forma humana nos últimos tempos, mas outros momentos bem mé. Um deles é quando Magneto aparece pra pedir um favor ao Wolverine (que ele mate um nazista), como se ele mesmo não pudesse fazer. Acho lamentável o que fizeram com ele nessa época, de vilão maior pra um pobre coitado.

Fabulosa X-Force - Saga do Anjo Negro 2

Entre as edições #11 e #13, a equipe está na Era do Apocalipse tentando pegar a Semente da Vida, mas são atacados por X-Men dessa realidade, rola aquele velho desentendimento que atrapalha todos os planos e mais batalhas. Não sou muito fã dessas realidades paralelas, dando a impressão que os problemas ficarão por isso mesmo. Consequentemente, não achei aquela Brastemp essa primeira parte da Saga do Anjo Negro. Na Era do Apocalipse, a equipe acaba tentando pegar outra Semente da Vida, para ajudar os X-Men de lá, mas acabam tendo que escolher o futuro de apenas uma. E a Jean desse rolê, que é bem mais insana que a da realidade “normal”, acaba usando seus poderes (e com o apoio do Teleporter), leva todos de volta ao seu lar e com a Semente em mãos, já que a realidade dela já tá cagada mesmo. E é a partir daqui que as coisas realmente começam a melhorar!

Fabulosa X-Force - Saga do Anjo Negro 4

Na segunda parte do arco principal, temos o retorno de Jerome Opeña (Vingadores: A Ira de Ultron) aos desenhos, o que faz uma diferença e tanto! Além das cenas ficarem mais bonitas, a ação retorna à realidade “normal” e as coisas passam a ter um outro peso. O Arcanjo toma o controle de Warren e adentra à Metrópole Akkaba, uma cidade inteira de fiéis de Apocalipse, embaixo do Polo Norte. Ele, que agora é o “novo Apocalipse”, pega a X-Force de surpresa, nocauteando todo mundo e deixando apenas a Psylocke intacta. Ele e seus 4 Cavaleiros (que surgiram em A Solução Apocalíptica, e são super carismáticos) dão início ao plano de dominar o mundo. A partir daqui o negócio realmente esquenta. Arcanjo liberta o Genocídio, que é o Holocausto dessa realidade, e o usa para exterminar toda uma pequena cidade, dando jus ao seu nome. Já temos o primeiro grande impacto dessa Saga: o genocídio, literalmente, de milhares de pessoas a comando do Arcanjo. Ele também rouba o Mundo do Fantomex e, a partir dele, começa uma espécie de “terraformação” na cidade destruída, criando vida ao seu redor e a evoluindo em milhões de anos em poucas horas, criando uma raça totalmente nova, que ele planeja transformar em seu povo. Opeña cria cenas incríveis, como essa da transformação/ evolução de espécie e outras mais abertas, com escadas e capas, que lembram Blade Runner ou Ghost in The Shell.

Fabulosa X-Force - Saga do Anjo Negro 5

Enquanto isso, Psylocke finalmente faz alguma coisa e dá um nocaute na Cavaleira Gueixa e o Deathlock deixa seu corpo agir por instinto e consegue eliminar mais dois Cavaleiros. Wolverine, Deadpool e Fantomex estão ocupados lidando com um Homem de Gelo e um Blob de outra realidade (e bem mais poderosos, como de costume). Apesar das sequências serem animais, prendendo a atenção do leitor, e a caracterização animal que Opeña dá para os personagens (o Blob é insano), a gente fica questionando o quanto a Psylocke poderia ter impedido muito disso e não fez nada (espero que tenha sido tratado nos arcos seguintes). Quando ela realmente atira pra derrubar, ela erra e é nocauteada. Quer dizer… O plano que o Arcanjo tinha pra ela, ainda levando em consideração as memórias do Warren, era de transformá-la na guarda-costas e próxima sucessora do Apocalipse (no caso, ele mesmo). E ele consegue, implantando nela a Semente da Morte. Mas a transformação não dura nem duas edições, quando a Jean da Era do Apocalipse aparece com seus amigos pra ajudar a equipe.

Fabulosa X-Force - Saga do Anjo Negro 6

Assim fico dividido entre os pontos positivos e negativos dessa Saga. Há algumas coisas meio difíceis de acreditar, como essa cegueira da Psylocke. Outra ponto que ficou meio broxante é a “arma secreta” do Fantomex, que ele vinha cultivando no Mundo e pediu que fosse solto pra aniquilar o Arcanjo. A arma não passa de uma espécie de clone do En Sabah Nur, mas ainda jovem, que toma um cacete e logo é tirado de cena. Quer dizer… mais uma expectativa, que nem dura muito. Um outro ponto que fiquei dividido é quando a Jean incorpora a Fênix e ataca o Arcanjo, mas acaba falhando miseravelmente. A desculpa é que a Fênix entendeu que as ações do novo Apocalipse é justamente o que ela sempre quis que sua hospedeira fizesse. Uma justificativa interessante, mas não sei se comprei tanto assim.

Fabulosa X-Force - Saga do Anjo Negro 7

O final é bacana, mas também se apoia num velho truque de narrativa. Betsy consegue (aleluia!) dar a apunhalada final no Arcanjo, liberando-o da influência do Apocalipse e, consequentemente, fazendo-o voltar ao normal. Mas ele retorna sem memória, com a frase “Quem é você?” pra ela. Espero que não tenham o desculpado tão fácil pelo que fez ou por ela não ter agido logo. Fantomex, Betsy e Deathlock recolhem os pedaços do Deadpool e Wolverine pelo caminho e partem em retirada. Uma Saga bastante extensa, com seus defeitos e expectativas que não se sustentam (como a Psylocke do mal, a arma secreta do Fantomex, toda a intriga na Era do Apocalipse), mas com tantas outras qualidades, principalmente em relação à cidade dos Akkaba, que não sabia que existia e dá toda uma nova estrutura e mitologia ao Apocalipse, as atitudes do Arcanjo e sua frieza, a arte incrível do Opeña, ao Homem de Gelo Múltiplo (elevando o potencial do Bob a outro patamar).,, Trata-se de uma Saga que, além de qualquer coisa, funciona pra colocar o Anjo em outro nível. De mutante playboy e um rostinho bonitinho pra algo mortífero e assustador, mas ainda elegante. Não achei que teve o mesmo impacto que em Anjos e Demônios, principalmente por ser grande demais, mas ainda é uma ótima saga.

nota 8,0 ;

A edição #19 fecha toda essa saga, com uma história especial mostrando qual a relação do Fantomex com o Evan, o clone do En Sabah Nur criança, sendo enviado para estudar na recém-inaugurada Escola do Wolverine. Também é interessante por colocar mais um membro na equipe: o Noturno da Era do Apocalipse, que resolve ficar e ir atrás de seus conterrâneos, o Blob e Homem de Gelo.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Comments

comments

Estudante de Artes, consumidor compulsivo de HQs, amante da psicodelia, sonhos, nonsense, teorias da conspiração e colagens. Um mutante. Autor da Central dos Sonhos. + www.filfelix.com.br