[Review] Chico Bento - Pavor Espaciar !

[Review] Chico Bento – Pavor Espaciar !

Chico Bento Pavor Espaciar

Nome Original: Graphic MSP #3: Chico Bento – Pavor Espaciar
Editora/Ano: Panini, 2013
Preço/ Páginas: R$19,90/ 8o páginas
Gênero: Comédia
Roteiro/ Arte: Gustavo Duarte
Sinopse: Tinha tudo para ser mais uma noite tranqüila na Vila Abobrinha. Mas Chico Bento, o seu primo Zé Lelé, o porco Torresmo e a galinha Giserda acabam abduzidos por alienígenas que têm planos sinistros. Em Pavor Espaciar, o autor Gustavo Duarte reinterpreta os personagens de Mauricio de Sousa mesclando perigo, aventura, suspense e humor.

***

Mauricio de Sousa é um dos maiores cartunistas do Brasil e um nome de peso para o universo das HQs. Começou sua carreira em 1959, quando lançou sua primeira tira com o Bidu, personagem que mais tarde se tornou o símbolo da Mauricio de Sousa Produções. Em seguida vieram a criação de Cebolinha (1960), Mônica e Cascão (1963) e Magali (1964), entre dezenas de outros importantes personagens como Penadinho, Horácio, Chico Bento, Piteco, Astronauta, Tina… Criou-se, então, o Império Turma da Mônica: com HQs, animações, teatro, atrações circenses, produtos diversos, CDs, shows, parques…

Chico Bento Pavor Espaciar página 3

Com o passar do tempo, porém, as crianças passaram a ler menos gibis e o público geral de HQs foi diminuindo, além do mercado ter sofrido grandes mudanças nos anos 2000 com a popularização do mangá, queda dos super-heróis e múltiplas editoras lançando coisa nova. Mas Mauricio e Cia. conseguiram manter a turma e inovaram ao apresentar a Turma da Mônica Jovem em 2008, em novo formato e com personagens reformulados, além de tratar de assuntos mais atuais e fisgar os jovens. A edição #34, por exemplo, quebrou records e ultrapassou gigantes como a Marvel e DC nas vendas. E nessa onda de reformulação, a Panini lançou os álbuns “MSP 50″ (2009) em comemoração aos seus 50 anos de carreira, onde 50 artistas entre consagrados e novos criavam sua própria história utilizando dos personagens da Turma da Mônica. A iniciativa rendeu outro álbum especial (Ouro da Casa) e o lançamento da série “Graphic MSP”.

Depois de Astronauta – Magnetar e Turma da Mônica – Laços, “Pavor Espaciar” é o terceiro título a compor a série Graphic MSP. Criado e desenhado pelo Gustavo Duarte, traz Chico Bento e seu primo Zé Lelé sendo abduzidos por alienígenas. Adoro o trabalho do Duarte, que já era famoso por seus cartoons em jornais e que se consagrou ao entrar no universo das HQs com as revistas independentes Taxi, Birds e Có! (a única que ainda não tenho) e lançando pela Cia. das Letras em 2013 o álbum Monstros, arrecadando vários prêmios. Sua linguagem é bem peculiar, sempre com desenhos ágeis e sem nenhuma fala, mas engraçados e repletos de referência.

Chico Bento Pavor Espaciar página 1

“Pavor Espaciar” traz o mesmo Gustavo Duarte, com uma arte limpa, cheia de contrastes e bonita, porém com algumas modificações. Além das cores (seus anteriores eram em preto e branco) também estão presente os diálogos, o que deixou muita gente com o pé atrás (inclusive eu). Porém esses vieram pra somar, as falas do Chico são bem engraçadas e acabam se sobressaindo, principalmente quando xinga os ETs de “capeta”.

Na história, um Robô Espacial pousa perto da casa de Chico e vários ETs descem para capturar Chico, Zé, o porco Torresmo e a galinha Giselda. Todos são abduzidos e viram cobaias, cabe ao caipira tentar salvar a todos. História simples, sem muitos rodeios e que termina de maneira interessante. Mas o Calcanhar de Áquiles de “Pavor Espaciar” está ao se comparar à Laços com sua narrativa nostálgica ou Magnetar e sua profundidade… este aqui acaba se tornando muito simples.

Chico Bento Pavor Espaciar página 2

O grande destaque está por conta das inúmeras referências escondidas na história, tanto as mais óbvias como a presença de outros personagens da Turma da Mônica pela nave, dando a entender que os Aliens estavam abduzindo todos (temos o uniforme do Astronauta e a presença do Jotalhão, na cena mais impressionante da HQ) às referências pop como Michael Jackson e Star Wars, até mesmo as situações e objetos que nos remetem à alienígenas como marcas no matagal, Varginha, o caso Roswell, civilizações antigas…. e por aí vai. O próprio Gustavo se homenageia, com uma pontinha de seu Có! ou até mesmo no design dos animais, que nos remete à seus trabalhos independentes. Até mesmo a troca de personalidades me lembrou o episódio do Chapolin que fazem o mesmo (Dona Florinda e Seu Barriga, lembram?).

A introdução do Maurício mostra como ele se identificou tanto com o personagem quanto com o Gustavo, por serem do interior. Nos extras estão rascunhos, storyboards, estudos de personagens, fotos do estúdio do autor, uma mini biografia e reprodução das primeiras tiras do Chico Bento. “Pavor Espaciar”, apesar de menos impressionante que os títulos anteriores de Graphic MSP, é uma leitura rápida e bastante divertida. Porém a simplicidade que era o grande trunfo do autor, acabou sendo sua maior fraqueza nessa Grpahic Novel.

nota 7,0 d

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Comments

comments

Estudante de Artes, consumidor compulsivo de HQs, amante da psicodelia, sonhos, nonsense, teorias da conspiração e colagens. Um mutante. Autor da Central dos Sonhos. + www.filfelix.com.br