[Review] Universo DC Apresenta: Desafiador #1 !

[Review] Universo DC Apresenta: Desafiador #1 !

universo-dc-apresenta-desafiador-231-capa
Nome Original: DC Universe Presents #1 e #2
Editora/Ano: Panini, 2012 (DC, 2011)
Preço/ Páginas: R$6,90/ 52 páginas
Gênero: Alternativo
Roteiro: Paul Jenkins
Arte: Bernard Chang
Sinopse: Boston Brand costumava ser um hábil e respeitado acrobata de circo. Foi assassinado em meio a um de seus ousados números e foi convocado pela divindade Rama, que lhe ofereceu uma chance de redenção. Brand tornou-se o Desafiador – um fantasma com a missão de consertar a vida de pessoas perdidas e sem esperança. Mas existe mais por trás desse aparentemente benigno pacto do que a misteriosa deusa revelou. E ele está disposto a arriscar até mesmo esse arremedo de chance para descobrir a verdade.
***

Assim como Novos Titãs & Superboy e Esquadrão Suicida & Aves de Rapina, a revista Universo DC Apresenta também é exclusiva para Comic Shops, bancas especializadas e grandes livrarias. Com distribuição menor e preço mais elevado, essa nova estratégia da Panini permite que séries “não-comerciais” possam ser lançadas. Como parte dos Novos 52 da DC, o título “DC Universe Presents” tem como proposta apresentar diversos personagens ao público através de arcos fechados. Para iniciá-la foi escolhido o sombrio Desafiador.

A Panini, ao contrário dos dois exemplos citados, preferiu lançar no mesmo “mix” duas edições da mesma série. Sendo uma revista mensal, fica óbvio que não iria demorar para a numeração nacional alcançar a original e a editora já se pronunciou a respeito, informando que terá uma pausa entre um arco e outro. A fim de curiosidade, o Desafiador protagoniza as edições #1 à #5 originais e os próximos personagens à estrelar a revista são: Desafiadores do Desconhecido (#6 à #8), Escândalo e Vandal Savage (#9 à #11) e Kid Flash a partir da #12.

Universo-DC-Apresenta-Desafiador-231-p-C3-A1ginaBoston Brand era um trapezista egoísta, estrela do circo onde trabalhava que, num fatídico dia, é assassinado enquanto realizava um de seus números. Seu espírito se encontra com Rama, uma misteriosa entidade. Para redimir seus erros e ter outra oportunidade de “andar” sobre a Terra, ele se transforma num morto-vivo/ espírito com o objetivo de ajudar àqueles que estão passando por problemas. Entre os poderes adquiridos, o Desafiador é capaz de possuir corpos e manter sua própria forma etérea. Cansado em pular de pessoa em pessoa e perseguido pela memória das mesmas, ele convoca Rama para descobrir o real motivo dessas “missões”. Sem sucesso, decide procurar pela Bibliotecária (possuidora dos “livros da vida”) dentro da boate Rocha Luna, freqüentada por figurões de Gotham City como vampiros, lobisomens e feiticeiros, sendo recebido com hostilidade. Essa cena na boate lembra filmes como Blade e Constantine.

Universo-DC-Apresenta-Desafiador-231-p-C3-A1gina-2Escrita por Paul Jenkins, a trama se mostra bastante interessante nesse primeiro momento e, se não fosse por algumas pistas de que está situada no Universo DC, poderia passar facilmente por uma série de outra linha da editora. A principal diferença entre esta nova versão e a “pré-reboot” é o objetivo de Boston: no original, ele precisava descobrir seu assassino. Jenkins é conhecido por sua fase em Hellblazer (1995-1998) e por especiais como Revelações e Mitos Marvel.

A arte está muito boa. As capas são de Ryan Sook (7 Soldados da Vitória) com destaque para a segunda, reproduzida no miolo; e os desenhos são de Bernard Chang (Superman, Mulher-Maravilha) que criou ótimas sequencias, como a que Boston cai e “mergulha” no submundo e numa em que entra no corpo de várias pessoas. A narrativa também está bastante ágil, importante para personagens onde o movimento é sua marca registrada. As cores ficaram com Blond, o mesmo de Capuz Vermelho e os Foragidos.

Universo-DC-Apresenta-Desafiador-231-p-C3-A1gina-3O acabamento da edição segue o padrão das demais revistas de banca: capa couché, miolo pisa brite e reprodução das capas originais. O diferencial fica para uma matéria de três páginas ao final explicando a origem do herói, seu histórico editorial, principais números e como foi lançado por aqui. É comentado, também, sobre a aclamada mini-série Deadman: Amor Após a Morte. Uma série com começo promissor, recomendo a leitura. O Desafiador também aparece no mix Dark, sendo um dos integrantes da Liga da Justiça Dark.

nota 8,5 y
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Comments

comments

Estudante de Artes, consumidor compulsivo de HQs, amante da psicodelia, sonhos, nonsense, teorias da conspiração e colagens. Um mutante. Autor da Central dos Sonhos. + www.filfelix.com.br