[Central dos Sonhos] As Camadas Oníricas!

[Central dos Sonhos] As Camadas Oníricas!

#Este artigo faz parte da Central dos Sonhos, para conhecer o projeto leia Bem-Vindo à Central dos Sonhos. E para entender a Pandora leia Pandora: a Droga Onírica. CATEGORIA: Lugares da Central dos Sonhos.

camadas dos sonhos 1

A Central dos Sonhos, o local mais profundo da mente. O lar dos arquétipos. Dos desejos. Dos medos e anseios.

Da Gênese dos Sonhos:

Quando houve o primeiro sonho, o mais antigo e pictórico de todos, surgiu o ponto.
Um conglomerado de ideias, de sentimentos, emoções e desejos…
Expressados num singelo toque de consciência.
Dos sonhos seguintes surgiu a linha. A consciência foi continuada…
Deixou um rastro de características, foi justaposta à outras linhas e pontos.
E então, criou-se o plano.

Uma Espiral dos Sonhos começou a girar, uniu e entrelaçou mentes, conectou tempo e espaço.
Ganhou forma, cor, textura, padrões, profundidade, significados, complexidade.
Ganhou vida própria através da Consciência Coletiva.
Enquanto houver sono, a Espiral continuará girando.
Sabemos que sonhamos, mas não com o quê ou porquê.
No percurso da espiral, sem início ou fim, nos dominaram e nos perderam.

A consciência humana é repartida em 4 níveis pós-sono: da escuridão ao dormir, passando pelos sonhos do cotidiano e os lúcidos até a completa consciência na Central dos Sonhos. Lugar este ainda considerado mito e pouco divulgado, mas cuja droga Pandora, crescendo na cena underground das grandes cidades, está provando o contrário.

Níveis dos Sonhos 2017 - 1

Realidade: as Camadas Oníricas estão todas presentes dentro da mente, podendo ter ou não repercussão fora dela. A Realidade, em contra-partida, pode ser entendida como tudo aquilo externo à mente. É tudo o que existe e que seja, de uma forma ou outra, perceptível aos sentidos. É a vigília, onde a mente desperta repousa, cujo começo e fim é delimitado apenas pelo Mundo dos Sonhos. Sendo assim, bastante delicada.

1º Nível - Zona Negra

1º Nível – Zona Negra: a primeira Camada Onírica é quase que imperceptível. É o vácuo entre o dormir e o primeiro sonho, o estalo nunca lembrado. Uma completa escuridão que abre portas para os próximos níveis. A Zona Negra também abriga a Loja dos Sonhos, um local do subconsciente capaz de lhe entregar o que quiser. Quando utilizada corretamente, o sonhador é capaz de reaver lembranças, antigos sonhos, se dirigir à uma Sala ou até mesmo à Central dos Sonhos diretamente. É através da Loja que ocorre a maioria das hipnoses.

2º Nível - Sonhos do Cotidiano

2º Nível – Sonhos do Cotidiano: passado o primeiro estalo negro, chega-se à segunda Camada Onírica. É onde ocorre praticamente todos os sonhos. A mente está imersa e totalmente inconsciente, reagindo por extinto. Todos os desejos e fobias do sonhador tomam forma, descontrolados, como se seu íntimo fosse revirado e exposto. Os Sonhos do Cotidiano podem ser, também, apenas reflexos do dia-a-dia, uma forma do subconsciente de armazenar informações. Esses sonhos variam do ignorante ao filosófico, do banal ao premonitório, podendo sofrer influências dos Arquétipos da Central dos Sonhos, da Consciência Coletiva.

3º Nível - Salas dos Sonhos

3º Nível – Salas dos Sonhos: a terceira Camada Onírica também é conhecida por sonhos lúcidos. É semelhante à anterior, porém aqui a mente está semi-consciente e, sendo assim, podendo manipular o onirismo à sua volta. Sonhar com qualquer coisa que puder imaginar, criando uma Sala dos Sonhos. Esta sala se torna um refúgio particular, um pequeno mundo. Com a técnica de Sonho Compartilhado é possível deixar sua Sala aberta para outras mentes ou, se desejar, visitar alguma. Geralmente isto ocorre a partir da Zona Negra. Nas Salas pode-se encontrar ou não os Arquétipos da Central.

4º Nível - Central dos Sonhos

4º Nível – Central dos Sonhos: a última Camada Onírica, a mais profunda da mente. O sonhador está totalmente consciente e consegue enxergar a realidade dos sonhos. Uma cidade construída pela Consciência Coletiva, abrigando todos os Arquétipos em regiões distintas. Abriga a Espiral dos Sonhos, o mecanismo responsável por todo o sistema de sonhar, o artefato onírico mais antigo de todos, criado a partir do primeiro sonho. Em seu centro há o Templo da Criadora, a força-matriz que protege a Espiral e permite à todos os seres a capacidade de sonhar. Sua presença é sentida em toda a Central, porém nunca é vista, se tornando um mistério. De sua energia é gerado os Infectores, seres responsáveis por expulsar toda e qualquer mente consciente da Central.

Ninguém pode acessar a Central dos Sonhos, entrar em contato diretamente com seu subconsciente ou com qualquer Arquétipo. Os motivos permanecem incertos. Poucas pessoas foram capazes de enxergar a verdadeira essência dos sonhos e voltar intacto. Os Infectores ao desconectar uma mente podem acabar por destruí-la. A droga Pandora, criada pelo Governo no início do século XX (com propósitos ainda desconhecidos) voltou a ganhar força nos anos 2000, sendo sintetizada e distribuída nos grandes centros urbanos, ficando popular no meio underground. Ela consegue transportar a mente do usuário diretamente às Salas dos Sonhos e, consequentemente, à Central. Mas com todos os mitos em torno dela e dos Infectores, é quase que um tabu entrar na última Camada, sendo preferível ficar nas Salas.

Central dos Sonhos - Camadas

Felizmente ou infelizmente, muitas pessoas acabam se aventurando pela Central e obtendo fins trágicos. Outros, entretanto, se arriscam a investigá-la e até criar grupos de Sonho Compartilhado para desvendar a misteriosa Criadora e conseguir a resposta para o maior questionamento dos sonhos: o que a Central esconde, sendo capaz de matar pra manter as pessoas distantes e alienadas?

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Comments

comments

Estudante de Artes, consumidor compulsivo de HQs, amante da psicodelia, sonhos, nonsense, teorias da conspiração e colagens. Um mutante. Autor da Central dos Sonhos. + www.filfelix.com.br