[Review] X-Men Extra #59, #60 e #61!

[Review] X-Men Extra #59, #60 e #61!

X-Men Extra #59 PaniniX-Men Extra #61 Panini X-Men Extra #60 PaniniNome Original: Exiles #58 ao #60; New Excalibur; Mutopia X #3 ao #5; X-Men: Phoenix Endsong #3 ao #5; X-Men: Deadly Genesis #1; X-Men: The 198 #1; New Excalibur #1
Editora/Ano: Panini, 2007 (Marvel, 2006)
Preço/ Páginas: R$6,90/ 100 páginas cada
Gênero: Ação/ Super-Herói
Roteiro: Tony Bedard; David Hine; Greg Pak; Ed Brubaker; Chris Claremont
Arte: Mizuki Sakakibara & Jim Calafiore; Lan Medina; Greg Land; Trevor Hairsine; Jim Muniz; Michael Ryan
Sinopse: Exilados: recusando uma missão do Tallus, a equipe é castigada pelo Corretor do Tempo. A Derradeira Canção da Fênix: Emma Frost recebe a Força Fênix para tentar aprisioná-la. Mutopia X: o ritual de Despertar da filha do Detetive Ortega é interrompido por uma terrorista. Estréia de Novo Excalibur, com o retorno da equipe original; Os 198, com os últimos mutantes ativos; e Gênese Mortal, a chegada de um ser extremamente poderoso à Terra.

***

No último review vimos que diversas séries deixaram o mix de X-Men Extra: a memorável Surpreendentes X-Men (que volta na edição #67); a não tão memorável Excalibur; e a mini Kitty Pryde – Fogo e Sombras. Dando lugar à Derradeira Canção da Fênix e Mutopia X, que também são finalizadas nas edições deste review. Graças aos eventos da Dinastia M, são tantas séries indo e vindo que dá pra se perder! Outras 3 estreiam aqui: Gênese Mortal, Os 198 e Novo Excalibur!

Exiles #58

Exilados: começando pela série que permanece intacta! Temos a conclusão do arco com o Tanaraq, a fera do Norte que provia os poderes da Sasquatch (e não dos raios gama, como imaginávamos). Há toda uma reunião dos melhores cientistas desta realidade em nome do vilão, mas acaba sendo enganado pelo Shaman e enviado à uma dimensão onde outras feras como ele estão aprisionados.

Exiles #59

O arco seguinte, Filho de Apocalipse, é o retorno da equipe à uma realidade já visitada, onde tinham encontrado o Dentes de Sabre (da Arma X) cuja missão era de eliminar o Franklin Richards Jr., pois sua existências causariam grandes estragos. Creed acabou ficando para criar o menino e tentar evitar isso. Um pouco depois, a Blink foi liberada dos Exilados e voltou pra essa realidade (quando foi substituída pela Magia), e nessa edição temos mais detalhes do que aconteceu.

Exiles #60

Enquanto que para a equipe só passaram alguns meses, para o Dentes de Sabre foram 20 anos! Richards Jr. cresceu, conseguiu eliminar a ameaça dos Sentinelas mas quis bancar o Magneto e tirar todos os humanos da face da Terra. Inclusive se aproveitou da Blink, quando estava nesta realidade, para manipulá-la e assassinar os responsáveis pelas máquinas. Agora esta realidade está bugada e a missão dada pelo Tallus é a de: matar o Mímico. Que, claro, eles se negam a fazer.

O Corretor do Tempo aparece e, como não vão fazer a missão, castiga a equipe, enviando-os à uma realidade dominada pelo Apocalipse com a missão de matar os X-Men. O legal é como o Corretor passou de uma figura misteriosa e caricata à um vilão em menor escala. Os dois pulos de realidades acabaram tirando a Sasquatch e o Bico da equipe, por nenhum motivo, substituídos pelo Dentes de Sabre e pelo Holocausto, que vira as costas pra missão, querendo dominar este mundo (de novo…).

X-Men Phoenix Endsong #3

Derradeira Canção da Fênix: a Força Fênix volta pra Terra, perdida e enlouquecida, ressuscitando o corpo de Jean Grey, sua hospedeira, e atacando os X-Men. Confusa, ela quer a energia das rajadas do Ciclope, que a fortalecerão, ao mesmo tempo em que não entende a fixação por ele. O Fera havia criado um “Ovo” para conter a Fênix caso isso acontecesse, mas como levá-la até ele?

X-Men Phoenix Endsong #4

Emma se dispõe a receber a entidade, enganando-a com as rajadas e entrando na capsula. Kitty, sempre desconfiada da Rainha Branca e numa cena foda, acaba segurando o coração dela e dizendo se todos estão burros em confiar isso à antiga vilã. Ciclope, Fera, Wolverine acabam aceitando e a Lince solta a memorável frase “tem homem de mais aqui…”!

X-Men Phoenix Endsong #5

Sabemos que Emma esconde alguma coisa, já ficou bem claro nas últimas edições, mas ela acaba concluindo o plano, ficando presa com Scott no Ovo. Quentin Quire finalmente chega ao local, destruindo a máquina (todo esse trabalho pra nada…). A mini termina de maneira até fofinha, com os X-Men mandando nudessentimentos pra Fênix/ Jean (já que ela, confusa, queria ser amada – WTF?), com Quentin voltando a hibernar e os Shiars cantando a Derradeira Canção, lançando uma arma mega-blaster na entidade.

Obs: mais alguém percebeu que essa ave tem dentes? Pelo que parece, uma das Stepford enconde algo. E a arte do Greg Land, que me impressionou no início, começa a perder um pouco o fôlego, ficando muito estática e as vezes repetitiva :/

Mutopia X #3

Mutopia X: não simpatizei muito com essa mini no começo, mas agora até que acabei curtindo! Altas cenas fortes nessa conclusão. A rixa entre sapiens VS mutantes chega ao seu auge. Kaufman, o rei da mídia, resgata a terrorista Kopova e a transforma esteticamente para que possa invadir a Celebração de Absolon Mercator, o Sr. M, que irá desenvolver os dons da filha do detetive Ortega.

Mutopia X #4 Mutopia X #5

Claro que dá tudo errado, a Kopova acaba atirando na menina, há todo um reboliço e a tentativa do próprio Ortega em se matar. Nesse momento essa realidade se desmancha (já que era a da Dinastia M – não aguento tantas realidades, SOS) e voltando pra linha oficial, com praticamente todos os mutantes transformados em humanos comuns. A história, que foi um pouco confusa, acaba ficando mais clara e interessante agora. Tivemos altas doses de sadismo com o Kaufman, com um cena grotesca, diga-se de passagem. Essa mini também serviu pra apresentar o Sr. M, personagem que terá maior importância mais pra frente.

X-Men Deadly Genesis #1

Gênese Mortal: mini especial em 6 partes, escrita pelo Ed Brubaker (Capitão América: o Soldado Invernal), levanta um ponto interessante: o Fera comenta sobre a energia dos seres, que tudo é feito de energia. Com a anulação do Gene X e, consequentemente, dos poderes mutantes, pra onde foi parar toda esse energia? Emma capta a vinda de algo muito forte pra Terra e entra em choque. Ciclope, Wolverine e Rachel vão até o lugar da queda e são surpreendidos e nocauteados por um inimigo nível Ômega. Ao mesmo tempo, Kitty e Noturno tem visões de fantasmas, até mesmo o Banshee tem uma visão da falecida Moira, que o leva à um video-confissão da mesma, dizendo que Charles é um canalha. O que ela quer dizer? Quem é o novo vilão? Será que foi trazido pela Força Fênix, também? Veremos…

X-Men The 198

Os 198: já esta mini tem 5 partes e é escrita pelo David Hine (Guerra Silenciosa), vai mostrar as consequências da Dinastia M. Foram calculados que apenas 198 mutantes permanecem ativos no mundo todo. Lembrando que eram milhões. Uma Iniciativa do Governo está localizando e “encorajando” que todos eles fiquem na Mansão X, que agora é vigiada até por um Sentinela. O quintal da escola, inclusive, parece um acampamento militar. Além da chegada do Groxo com uma garota atacada pelo Pureza, a Callisto também está lá (ela deixou Genosha, então? E nem avisou os X-Men que o Professor está lá, já que todos estão procurando por ele?), como ela não apareceu com os tentáculos, também perdeu os poderes. O melhor dessa primeira parte é quando a Magma resolve explorar o centro de um vulcão com seu novo namorado, o pirotécnico Antônio. Mas no momento em que estão nas lavas, ocorre a Dizimação e ele perde seus poderes, sendo derretido vivo! Magma fica psicótica e explode tudo. O Sr. M, lá do Mutopia, também chega no Instituto e demonstra ter poderes nível ômega.

New Excalibur #1

Novo Excalibur: podemos dizer que essa nova série é a evolução da “Excalibur” anterior, que não tinha nada haver com a equipe original. Ainda escrita pelo Claremont, ele mostra Noturno, Psylocke, Rachel e Kitty encontrando o Capitão Britânia para averiguarem a tentativa de assassinato à Cristal, por 5 mutantes semelhantes aos X-Men originais. Agora sim parece que a antiga equipe vai voltar a ativa!

O Capitão conta que a Meggan sumiu depois de um sonho que ele teve. A Psylocke também comenta sobre o mesmo sonho. Parecem ser os únicos que sabem do que aconteceu na Sala Incandescente. Outra coisa, por que a Cristal cortou o cabelo? SOS. Agora é sério…. a Dinastia M foi bem legal, a Feiticeira Escarlate esculhambou tudo, os mutantes estão ferrados e nada impede dos humanos aproveitarem isso. Mas… chega de realidades alternativas, né?

nota 8,0 '

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Comments

comments

Estudante de Artes, consumidor compulsivo de HQs, amante da psicodelia, sonhos, nonsense, teorias da conspiração e colagens. Um mutante. Autor da Central dos Sonhos. + www.filfelix.com.br