[Especial] Novíssimos X-Men: Deslocados!

[Especial] Novíssimos X-Men: Deslocados!

Arcos Principais: Deslocados (Out of Their Depths)
Publicação Original/ Brasil: All New X-Men #11-15 (Marvel, 2013)/ X-Men #5-9 (Panini, 2014).
Roteiro/ Arte: Brian Michael Bendis/ Stuart Immonen.

Achei bem interessante os dois primeiros arcos de Novíssimos X-Men, trazendo os X-Men originais do passado para o presente, confrontando-os com seus “eus” atuais e fazendo o leitor perceber o contraste de como era e no que se transformou os X-Men. Este terceiro arco aborda a saída do Anjo jovem para o grupo do Ciclope, além da batalha contra os Vingadores e a nova gangue da Mística. A jovem Jean Grey e sua falta de controle também volta a ser tema. Review especial com spoilers!

DESLOCADOS

Ciclope parou na Escola Jean Grey e perguntou quem queria ir embora com ele, gerando um reboliço. Imaginei que seria a Jeanzinha, porém foi o Anjo que resolveu tomar a frente. Uma decisão bastante acertada, até, sendo que ele foi o único que não queria ficar nessa realidade, mas foi obrigado em nome dos outros quatro X-Men originais. Então é uma maneira de se rebelar. Essa parte também rendeu uma das melhores cenas até então, quando a Jean entra na mente dele e o força a ficar, mostrando a extensão de seus poderes (e que não tem medo de usá-los) na frente de todo mundo, forçando a Emma a pedir uma leve ajuda da Cucos, que dão um coice mental na Jean. Adorei! Apesar da confusão, o Anjo acaba indo do mesmo jeito.

Enquanto isso, temos mais detalhes dos planos da Mística, que se uniu à Lady Mental e o Dentes de Sabre pra roubarem a maior quantidade de dinheiro possível, incluindo as contas do Homem de Ferro. No review anterior comentei que não gostei dessa abordagem com a personagem, que é uma das minhas preferidas, saindo do papel de terrorista pela causa mutante pra uma mercenária sem causa. Mas com o desenrolar da trama, descobrimos que ela planeja comprar toda a Madripoor, que é comandada pela Madame Hidra. Sem contar que a Lady Mental fica com a pulga atrás da orelha, duvidando de sua chefe. Essa é outra cena bem interessante, quando a Mística se reúne com o pessoal da Hidra, mostrando as verdinhas e dizendo que está jogando limpo, sem tramoias, apenas querendo fechar negócio. Em paralelo, os Vingadores interceptam o jato do Wolverine, com os X-Novinhos dentro, pra falarem sobre a Mística e rendendo outras cenas boas, como o encontro entre o Destrutor e o Ciclope jovem. Mas o melhor é quando a Jean, mais uma vez, acaba pegando sem querer os pensamentos da Feiticeira Escarlate e descobre tudo sobre a Dizimação, culminando numa discussão e tanto, com a Jean jogando na cara dela um monte de verdades. E falando nisso, um outro ponto interessante é que o Destrutor dá um discurso na TV sobre a palavra “mutante“, dizendo que todos são iguais e que isso só ajuda a separar os humanos. Interessante porque é algo que vemos na vida real, quando surge alguém pra falar em nome de alguma minoria, levantar a bandeira do orgulho (como o Ciclope estava fazendo) e vem outra pessoa dizendo que não é necessário essas divisões etc e tal, como o Destrutor fez.

O clímax do arco ocorre quando o Wolverine fareja o rastro da Mística e invade a pequena reunião dela com a Madame Hidra, gerando um quebra pau danado! Os X-Novinhos entram no meio da briga e a Madame solta os melhores comentários possíveis, hilários! Desde “esses mutantes sujos“, passando por “é por isso que ninguém gosta de vocês” até a icônica “os X-Men tem mais vidas que um gato” quando vê a Jean. Morri! A própria Jean usa uma ilusão da Fênix pra tentar assustar geral, mas a galera pensa que é de verdade e o Wolverine foi o primeiro a pular, pronto pra matá-la, mostrando que não voltará atrás caso isso seja necessário no futuro. No fim das contas a Lady Mental e o Dentes de Sabre acabam fugindo e a Mística é presa, pra logo depois fugir da prisão de segurança máxima da SHIELD. A edição #15 funciona como um epílogo, mostrando o Bobby e o Scott jovens dando um rolezinho, conhecendo algumas meninas. Hoje sabemos que o Bobby jovem é gay, mas nesse começo da série o Brian Michael Bendis já dava pistas dessa ideia, como ele não querendo anotar o número da menina interessada nele ou quando ele vê sua versão adulta beijando a Kitty, ficando puto da vida. E ainda sobre relacionamentos, a Jean enxerida acaba lendo os pensamentos do Fera e descobrindo que ele era apaixonado por ela antes. E o que ela faz? Vai de encontro do Fera jovem e lasca um beijo, mostrando que essa Jean não vai ceder tão fácil assim ao Scott! Um arco divertido, com questões interessantes como o discurso do Destrutor, e cenas de ação muito boas, principalmente com a Jean. Stuart Imonem arrasando como sempre nos desenhos, criando uma Mística linda e páginas duplas que arrebentam.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Comments

comments

Estudante de Artes, consumidor compulsivo de HQs, amante da psicodelia, sonhos, nonsense, teorias da conspiração e colagens. Um mutante. Autor da Central dos Sonhos. + www.filfelix.com.br