[Review] Marvel Apresenta #11 – A Volta dos Novos Mutantes !

[Review] Marvel Apresenta #11 – A Volta dos Novos Mutantes !

Marvel Apresenta #11 – A Volta dos Novos Mutantes

Nome Original: New Mutants #1 à #4
Editora/Ano: Panini, 2004 (Marvel, 2003)
Preço/ Páginas: R$6,00 / 100 páginas
Gênero: Super-Herói/ Alternativo
Roteiro: Nunzio Defilippis & Christina Weir 
Arte:
 Keron Grant
Sinopse: se ser um adolescente já é difícil, imagine, além das espinhas, seu corpo a manifestar estranhos superpoderes. Danielle Moonstar, uma das integrantes dos Novos Mutantes originais, sabe bem o que é isso, e passará a recrutar esses jovens Homo superior para se tornarem os mais novos alunos do Instituto Xavier!

***

Os Novos Mutantes foram uma equipe mutante mirim, reunindo alguns jovens que combatiam o crime enquanto lidavam com as questões da adolescência. A série original foi publicada de 1983 à 1991, se transformando mais tarde na “X-Force”. Na equipe estavam Míssil, Mancha Solar, Dinamite, Magia, Magma, Miragem, Karma entre outros. Agora (2003) alguns estavam junto dos Fabulosos X-Men, outros na Corporação X e alguns morreram (Cifra, Warlock, Magia…).

New Mutants #1

E 20 anos depois do lançamento original, surge Os Novos Mutantes Vol. 2, mostrando a vida do jovem mutante nos anos 2000. Essa Marvel Apresenta #11 traz as 4 primeiras histórias da série, que continuará na revista X-Men #36. Danielle Moonstar, a Miragem, é a única do grupo original a aparecer. Ela se encontra com o Professor X e resolve ajudá-lo na missão de recrutar jovens mutantes inexperientes. E então começa a série, que é bem despretensiosa e suave. Nada de muito original ou surpreendente, porém divertida de ler. O autor nos apresenta à vários adolescentes tentando lidar com seus poderes e, em seguida, a chegada de Miragem para chamá-los pro Instituto.

Interessante como, pelo menos por enquanto, esses “Novos Mutantes” não são necessariamente uma equipe, e sim a história de como esses novos integrantes estão lidando com os demais alunos, com seus poderes e a integração à escola. Na verdade é bem “colegial” essas primeiras edições, nada de algum super inimigo, com exceção de alguns valentões.

New Mutants #3

Entre os novos personagens estão uma moça capaz de manipular o vento e escutar através dele; um outro que adquire os conhecimentos da pessoa que estiver ao lado; uma que não controla seus feromônios e altera a emoção das pessoas; e um que achei bem interessante, que desintegra tudo aquilo que toca (uma espécie de Vampira destruidora). Esse último acabou matando seus pais sem querer. #Triste

A arte de Keron Grant é simples e polida, lidando bem com a temática, porém me lembra Lilo & Stitch de vez em quando, sendo bem “comum”, não inovando em nada. Talvez se a arte fosse mais experimental combinaria melhor com a ideia de adolescência. Em contra-partida, as capas de Joshua Middleton são sensacionais, essa inclusive está presente no meu [TOP 50] Melhores Capas Nacionais dos X-Men, a Miragem está linda nela, fazendo a Pocahontas. O melhor é que as demais capas estão presentes no miolo da revista.

New Mutants #2

Esse início para os Novos Mutantes foi bem morno, porém uma leitura agradável. Alguns momentos foram nostálgicos, como a foto com a equipe original e a visita de Dani à Karma. Agora é ver se terá mais ação nas próximas edições.

nota 7,0 d

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Comments

comments

Estudante de Artes, consumidor compulsivo de HQs, amante da psicodelia, sonhos, nonsense, teorias da conspiração e colagens. Um mutante. Autor da Central dos Sonhos. + www.filfelix.com.br