[Review] Estranho Beijo !

[Review] Estranho Beijo !

Estranho Beijo

Nome Original: Strange Kiss #1 à #3
Editora/Ano: Pandora Books, 2003 (Avatar Press, 2000)
Preço/ Páginas: R$14,90 / 76 páginas
Gênero: Alternativo/ Terror
Roteiro: Warren Ellis
Arte: Mike Wolfer
Sinopse: Durante sua carreira junto ás forças Especiais do exército Britânico, o Major William Gravel já viu muitas coisas estranhas. Mas nenhuma delas chega perto do caso que está investigando agora! Quem são esses seres? Quais suas intenções? Como destruí-las? Para responder a essas perguntas, o Major Gravel terá que se envolver numa perigosa aventura e enfrentar um poderoso ser mais antigo que a própria humanidade!

***

“Estranho Beijo” é daquelas HQs com uma bela capa, enredo bizarro que te prende no início, mas cujo desfecho é um desastre. Na história, um criatura de outro planeta utiliza o corpo dos seres humanos para se reproduzir, assim como no filme “Alien”, mas aqui o que nasce são lagartos. As vítimas são hipnotizadas, transam com os “casulos” disfarçados de humanos e engravidam, além de necrosarem seus órgão genital. O soldado/ mago Gravel acaba investigando a situação após a morte de um amigo.

Estranho Beijo página 1

Warren Ellis é um roteirista renomado hoje em dia, criador das séries Authority, Planetary, Frequência Global e Transmetropolitan, além de outras mais alternativas como Azul Profundo. Mas em “Estranho Beijo” (publicada originalmente em 2000) utilizou de vários clichês do gênero, com influencia nos contos de H. P. Locecraft. Os desenhos são de Mike Wolfer (Lady Death), que também  não possui muito dinamismo na cenas.

A introdução de Ellis comenta sobre terror e medo, além de deixar claro que o album possui cenas chocantes. O começo é bastante animador, cheio de sangue e mutilações. O momento em que o cara dá a “luz” é impressionante, assim como quando mostra sua parte íntima. Wolfer fez um belo trabalho nesses “closes”, é realmente bizarro. Pena que não manteve a qualidade no desenvolvimento. Perto do final que a história decline e muito, Gravel é praticamente uma cópia de John Constantine que reuniu as Esferas do Dragão e invocou Shenlong no céu. Muito trash. No mau sentido.

Estranho Beijo página 2

“Estraho Beijo” vale pelo seu clima surreal e perturbador (nojento, também) e pode entreter os fans dos filmes B de terror, já que a leitura é bem rápida e lotada de bicho saindo de gente. Mas não passa disso, já que não tem profundidade e as situações são pífias. Vale comentar que o título ganhou várias sequencias nos EUA (Strange Kisses, Strange Killings e Gravel), com a mesma equipe criativa e de qualidade ainda mais duvidosa. O acabamento da Pandora Books é em lombada quadrada e papel off-set.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Comments

comments

Estudante de Artes, consumidor compulsivo de HQs, amante da psicodelia, sonhos, nonsense, teorias da conspiração e colagens. Um mutante. Autor da Central dos Sonhos. + www.filfelix.com.br