[Review] Novos Titãs & Superboy #4 !

[Review] Novos Titãs & Superboy #4 !

Novos-Tit-C3-A3s-amp-Superboy-234-capa
Nome Original: Teen Titans #4; Superboy #4
Editora/Ano: Panini, 2012 (DC, 2011)
Preço/ Páginas: R$6,90/ 52 páginas
Gênero: Ação/ Super-Herói
Roteiro: Scott Lobdell
Arte: Brett Booth; R. B. Silva
Sinopse: Superboy enfrenta Ruiva em uma violenta batalha, que não irá acabar bem para nenhum dos dois. E em seu primeiro passeio fora da Momentum, o Clone Mais Poderoso da Terra irá descobrir verdades nada agradáveis! Novos Titãs: passando o Natal juntos como fugitivos, os jovens heróis vão ter seu primeiro encontro com a arma suprema construída para aniquilá-los: o Superboy!
***

A última edição de Novos Titãs & Superboy foi lançada em agosto/ 2011, quando a Panini deu uma pausa na publicação das revistas exclusivas para comic shops. Depois de um hiato, a editora anunciou o cancelamento de algumas delas e que iria continuar com esta NT&SB mais a Esquadrão Suicida & Aves de Rapina, provavelmente as duas que alcançaram um número maior de vendas e que, coincidentemente, eu acompanhava ^^. Claro que revistas com apenas 50 páginas e custando R$7,00 não iria longe, porém o cancelamento foi prematuro demais e sempre acaba deixando leitores na mão. No caso das séries continuadas, elas já se encontram na edição #6 (jan/2013).

Superboy-234Superboy: o jovem Superboy continua com dúvidas existenciais, sem saber ao certo o que é errado ou certo na sociedade. Invadindo a casa da Ruiva, acaba se surpreendendo ao descobrir que ela também é uma meta-humana e, como é auto-denominada, uma das treze pessoas “imune” à sua telecinesia. Felizmente, ela é derrubada fácil e chegam novos Agentes que libertam Superboy dos laboratórios. Toda essa primeira parte acontece de forma rápida e confusa (Ruiva é uma espiã? Quem são os novos agentes? Criam o Superboy e não sabem sua origem?), como já vinha ocorrendo nas edições anteriores. Mas na segunda metade as coisas melhoram um pouco. Superboy tenta curtir sua nova liberdade, mas a realidade e hipocrisia das pessoas o incomoda (a sequencia do Natal é muito boa), até encontrar a moça que queima pessoas novamente e travar uma batalha.

Teen-Titans-234Novos Titãs: Superboy retorna à sua antiga missão e persegue a Moça-Maravilha, enquanto ela tenta escapar. O encontro é inevitável e os dois se digladiam em ótimas sequencias de ação e destruição. Em paralelo, Robin Vermelho, Casamata e Rastejadora tentam se entender e chegar num acordo quanto à Momentuum, mas são interrompidos pela visita de Kid Flash e Solstício, em péssimas condições. Após ver a luta dos outros dois meta-humanos, o grupo resolve ajudar a Moça-Maravilha. História simples, rápida, direta ao ponto e empolgante. Os Novos Titãs estão quase reunidos e o roteirista consegue expressar muito bem a personalidade de cada um dos integrantes.

Superboy parece uma montanha-russa, com altos e baixos, porém tem potencial para melhorar. Sua versão em Novos Titãs é mais seguro de si e destoa um pouco do que já foi mostrado, mesmo sendo escrita pelo mesmo roteirista. Já Novos Titãs continua firme e forte, o destaque do mix com uma narrativa ágil e personagens cativantes, até mesmo os estreantes: Casamata, o membro alegre que já estou adorando; Solstício, a “paz e amor”; e a insegura Rastejadora. Fecha a edição uma matéria sobre Caitlin Fairchild (a Ruiva), antiga personagem da série Gen13 (WildStorm), recentemente absorvida pelo UDC pós-reboot. Seu comentário sobre os “treze” seria sobre o Gen13?

nota 7,5 q
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Comments

comments

Estudante de Artes, consumidor compulsivo de HQs, amante da psicodelia, sonhos, nonsense, teorias da conspiração e colagens. Um mutante. Autor da Central dos Sonhos. + www.filfelix.com.br