[Eu Vi] Me Dê Uma Pata (Oscar 1942 de Curta Animado) !

[Eu Vi] Me Dê Uma Pata (Oscar 1942 de Curta Animado) !

.
Nome Original: Lend a Paw
Direção/ Ano: Clyde Geronimi, 1941
Roteiro/ Estúdio:  Clyde Geronimi/ Disney
Duração: 8 minutos
Sinopse: Pluto salva um gatinho e, sem querer, acaba levando-o para casa. Porém ele não imaginava que sentiria tanto ciúme do novo bichinho de estimação do Mickey.
.
Continuando a série de especiais que reunirá os vencedores desta categoria tão obscura do Oscar, ano por ano. Leia o post [Especial] O Oscar de Melhor Curta-Metragem de Animação para conhecer um pouco da trajetória do prêmio pela Acadêmia e o Índice dos Curtas para os já comentados.

O Oscar de 1942 trouxe várias surpresas e é considerado um dos mais memoráveis hoje em dia. Além de incluir um prêmio para Melhor Documentário, o número de indicados para algumas categorias dobraram. Foi o ano em que Cidadão Kane (considerado um dos melhores filmes de todos os tempos) concorreu à Melhor Filme e perdeu para Como Era Verde o Meu Vale. Na categoria de Melhor Curta Animado houve algo parecido.
 
.
Me Dê Uma Pata (Lend a Paw) ganhou o prêmio e marca a volta da Disney à categoria, totalizando 9 estatuetas para o estúdio em apenas 10 anos. Entre os indicados estava “Superman”, o primeiro curta colorido do mais famoso super-herói dos quadrinhos e que ficou em 33ª posição no livro The 50 Greatest Cartoons, eleito por 1000 profissionais de animação e lançado em 1994. De fato, é uma excelente animação e vale a pena ser vista.
 
.
Mas voltando ao vencedor da categoria, Mê Dê Uma Pata mostra Pluto salvando um gatinho do afogamento certo e, sem querer, acaba levando-o para casa. Mickey se apaixona pelo bichano, causando muito ciúmes no cachorro. Eis que surgem um Diabinho e um Anjinho para atormentar Pluto, enquanto um diz para ele ter compaixão pelo novo colega, o outro lhe mostra que o gato, além de comer em sua tigela, ainda está dormindo em sua cama. Pluto fica, então, furioso com a situação.
 
.
Uma animação fluida e bonita de se ver, mostrando que houve melhoras técnicas em comparação às anteriores. A história em si não apresenta nenhuma novidade e, na verdade, trata-se de um remake do curta Mickey’a Pal Pluto (de 1933), porém é bastante agradável de assistir, além de muito bem narrada. A voz do Mickey é dublada pelo próprio Disney.
nota 7,5 a
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Comments

comments

Estudante de Artes, consumidor compulsivo de HQs, amante da psicodelia, sonhos, nonsense, teorias da conspiração e colagens. Um mutante. Autor da Central dos Sonhos. + www.filfelix.com.br