[Review] DC + Aventura #2 !

[Review] DC + Aventura #2 !

Histórias da edição: Tigres e S.O.S. Lanterna Verde !
capa-dc-252B-aventura-2-tropa-dos-lanternas-verdes
Nome Original: Tales of Green Lantern Corps Annual #2 e Showcase #22 
Editora/Ano: Panini, 2011 (DC, 1986/ 1959)
Preço/ Páginas: R$1,99/ 28 páginas
Gênero: Ação/ Super-Herói
Roteiro: Alan Moore/ John Broome
Arte: Kevin O’neill e Anthony Tollin/ Gil Kane e Joe Giella 
Sinopse: 5 histórias curtas mostram a origem do Lanterna Verde Hal Jordan, do Sinestro e de Parallax, além da morte de Abin Sur, o Lanterna anterior.
.
Esta segunda edição de DC+Aventura traz duas histórias principais mostrando a origem do Lanterna Verde Hal Jordan e, assim como a edição anterior, traz outras histórias-fichas de alguns personagens. 
.
A primeira história, Tigres, foi escrita em 1986 pelo lendário Alan Moore (Watchmen, V de Vingança) e conta a trágica morte do lanterna Abin Sur que, ao passar pelo campo magnético da terra, tem os mecanismos de sua nave quebrados e seu anel pára de funcionar. É uma edição interessante que “prevê” alguns acontecimentos futuros da Tropa.
 
dc-252Baventura-2-lanterna-verde-tigres-alan-moore
Logo em seguida temos a história S.O.S. Lanterna Verde, publicada em 1959, por John Broome (Vingador Fantasma), e é uma espécie de continuação da história anterior (mesmo publicada primeiro), contando como foi a queda em solo terráqueo de Abin Sur que, percebendo a proximidade da morte, precisa escolher seu sucessor. Seu anel faz uma varredura pelo planeta à procura de alguém que esteja à altura de ostentar o uniforme e encontra o piloto Hal Jordan. A força do anel leva o piloto ao encontro de Abin, que diz algumas coisas a respeito dos lanternas e, por fim, passa seu uniforme ao bom moço.
 
dc-252Baventura-2-s.o.s.-lanterna-verde
Para completar a edição temos outras três histórias curtas (2 páginas cada) no estilo ficha, mostrando a origem de alguns personagens. São elas A Origem do Lanterna Verde, publicada originalmente em 52 #22 (2006), que resume a história anterior, ou seja, desnecessária; A Origem de Parallax, publicada em Countdown #35 (2007), contando a história da entidade Parallax, geradora de medo nas pessoas; e A Origem de Sinestro, publicada em Countdown #16 (2006), que mostra a origem de um dos maiores inimigos da Tropa dos Lanternas.
 
dc-252Baventura-2-a-origem-de-sinestro
É um mix consistente, as duas histórias principais são boas e as fichas passam um ar de “tapa-buraco”, mas funcionam. Apesar que boiei bastante na do Parallax. S.O.S. Lanterna Verde possui aquele diálogo encenado, típico da época, e percebemos a ênfase dada pelo autor à um herói “perfeito”, sem defeitos, com bons costumes e uma moral “clássica”, algo costumeiro nos primeiros heróis da DC.
.
O destaque da edição fica para os desenhos de Kevin O’neill, na primeira história, que são ótimos, principalmente os monstros do Império das Lágrimas, todos bizarros. Na onda dos filmes de super-heróis, esta DC+Aventura #2 acompanha muito bem o filme do Lanterna Verde e agrada os fans do personagem e também àqueles que não o conhecem, por mostrar o universo dos lanternas de diversas maneiras sem se tornar arcaico demais, como foi a última edição (com o Batman). A qualidade gráfica da revista continua ótima.
nota 7,5 q
* Obs: Lanterna Verde não é o nome de um personagem específico, e sim de um “cargo”. Várias pessoas já usaram o uniforme, sendo Hal Jordan o mais famoso. Para quem conheceu o Lanterna Verde pelo desenho da Liga pode achar estranho, mas John Stewart não era popular e só ganhou notoriedade nos quadrinhos por conta do desenho.
 
dc-252Baventura-2-lanterna-verde-tigres-alan-moore-2
Até !
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Comments

comments

Estudante de Artes, consumidor compulsivo de HQs, amante da psicodelia, sonhos, nonsense, teorias da conspiração e colagens. Um mutante. Autor da Central dos Sonhos. + www.filfelix.com.br