[Review] Fábulas Vol. 5 - Os Ventos da Mudança!

[Review] Fábulas Vol. 5 – Os Ventos da Mudança!

Fábulas Vol. 5 - Os Ventos da Mudança capa

Nome Original: Fables #22 e #28 ao #33
Editora/Ano: Panini, 2010 (Vertigo, 2004/2005)
Preço/ Páginas: R$24,90/ 168 páginas
Gênero: Alternativo/ Fantasia
Roteiro: Bill Willingham
Arte: Mark Buckingham, Steve Leialoha, Tony Akins e Jimmy Palmiotti
Sinopse: Os ventos da mudança estão sendo sentidos por toda a Cidade das Fábulas. Mesmo com a vitória contra os invasores do Adversário, os desafios não terminaram. Uma eleição está prestes a acontecer e, pela primeira vez, Rei Cole tem um concorrente! O Príncipe Encantado quer o cargo para si e prometerá o impossível para vencer! Enquanto isso, Branca de Neve prepara-se para entrar em trabalho de parto e os prisioneiros da batalha são interrogados. Para Bigby Lobo, os ventos trazem recordações do passado e a lembrança de uma missão e de uma dura batalha contra um monstro no tempo de uma guerra muito maior que a Batalha da Cidade das Fábulas. E ainda: Cinderela revela para quem secretamente trabalha!

***

Finalmente consegui adquirir esse volume de Fábulas, esgotado a décadas e sendo vendido a preços exorbitantes. Confesso que o arco principal (Ventos da Mudança) é bastante interessante, mas as demais histórias do volume não são tão animadoras.

Fábulas Vol. 5 - Os Ventos da Mudança página 1

A primeira história, Cinderela Libertina, começa com Cinderela, Bela e Branca almoçando e falando do Sr. Encantando, bem ao estilo Sex And The City. A ex-Gata Borralheira, toda rebelde, acaba deixando o grupo avisando que partirá da cidade das Fábulas. Tudo não passa de um plano entre ela e Bigby para tentar encontrar possíveis traidores da cidade. Uma parceria que existe há anos, mas que ninguém conhece, nem mesmo o prefeito ou Branca. O destaque fica para a presença de Ichabod Crane, o professor de A Lenda do Cavaleiro Sem Cabeça.

Fábulas Vol. 5 - Os Ventos da Mudança página 2

Depois de ótimos 4 volumes, a gente fica mal acostumado e sempre espera por algo épico. O segundo arco, em duas partes, se chama Histórias de Guerra e trata-se de um flashback de Bigby Lobo, de quando lutou na Segunda Guerra Mundial, invadindo um quartel alemão e enfrentando um pseudo Frankenstein, a arma secreta de Hitler. De um certo modo, isso me lembrou daquelas velhas histórias onde Wolverine enfrentou o exército alemão, principalmente por causa da semelhança entre os dois. Apesar das boas lutas, há muitos recordatórios (e com aquela fonte de letra cursiva, que é uó as vezes pra ler).

O recheio do bolo está no arco-título, em quatro partes, onde a história volta a ficar interessante e “nos trilhos”. Diversos eventos estão acontecendo na cidade, com foco especial na disputa eleitoral entre o atual prefeito contra o Príncipe Encantando, que acaba ganhando e mudando drasticamente algumas posições das fábulas: Bela se torna a nova vice-prefeita e seu marido Fera, o novo Xerife. Bigby nem questiona a decisão, começando a passar pro novo empregado todos os segredos que guardava. Fera também libera o Papa Moscas de seus serviços comunitários, o que desencadeia um novo perigo (já que isso era a única coisa que o prendia na cidade, impedindo de voltar às Terras Natais pra procurar sua família).

Fábulas Vol. 5 - Os Ventos da Mudança página 5

Com a troca de prefeito, o Garoto Azul também foge da cidade roubando o corpo do Pinóquio, na tentativa de encontrar sua amada – a Chapeuzinho Vermelho de verdade. Nos calabouços, a velha Frau Totenkinder continua mantendo Baba Yaga presa, tentando tirar dela informações do Adversário. Ah, as cabeças dos Soldados de Madeira também continuam sendo investigadas. A troca de xerifes também apresentou uma nova personagem: a gansa que põe ovos de ouro, Gudrun, dada como morta pelas outras fábulas, mas que vive escondida.

Mas a cereja do bolo é a gravidez e parto de Branca de Neve, que não dá a luz não a um, dois ou três filhos: mas sim a 6 bebês! Sendo que apenas um possui forma humana, os demais – todos diferentes – vão do lobo ao meio-a-meio. E por não possuírem aparência humana, Branca precisa se mudar para a Fazenda. Bigby, entretanto, não pode pisar lá por decreto. O que causa a separação dos dois. Isso foi uma virada muito boa na história.

Fábulas Vol. 5 - Os Ventos da Mudança página 3

Pra apimentar o arco, Branca recebe a visita do Sr. do Norte, o pai de Bigby e líder dos ventos, disposto a ajudar na criação dos bebês. Engraçado que todos eles flutuam, assim Branca precisa amarrar uma cordinha no macacão de cada um (aí você volta pra capa e a considera fantástica!). Uma série de assassinatos interrompe a calmaria da Fazenda e da Cidade, culminando com a descoberta de um sétimo filho perdido de Branca. Ps: só não entendi como o Sr. do Norte chegou na cidade, não sei se ele já estava no mundo mundano ou nas Terras Natais.

Fábulas Vol. 5 – Os Ventos da Mudança é uma boa edição, porém que fica atrás dos volumes anteriores. O arco principal é muito bom, mas as demais histórias não seguram o tranco. Fica a expectativa para o sexto volume, se irão descobrir uma passagem para as Terras Natais e o que aconteceu com o Garoto Azul, Papa Moscas e o João, que no meio da mudança política, sumiu.

Fábulas Vol. 5 - Os Ventos da Mudança página 4

nota 7,5 h

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Comments

comments

Estudante de Artes, consumidor compulsivo de HQs, amante da psicodelia, sonhos, nonsense, teorias da conspiração e colagens. Um mutante. Autor da Central dos Sonhos. + www.filfelix.com.br