[Review] X-Men #35 !

[Review] X-Men #35 !

X-Men #35

Nome Original: X-Men #143 e #144; Uncanny X-Men #427; Wolverine #189
Editora/Ano: Panini, 2004 (Marvel, 2003)
Preço/ Páginas: R$6,50/ 100 páginas
Gênero: Ação/ Super-Herói
Roteiro: Grant Morrison; Chuck Austen; Daniel Way
Arte: Chris Bachalo; Staz Johnson; Steve Kim
Sinopse: Novos X-Men: Ciclope, Wolverine e Fantomex invadem o complexo do Arma Extra para descobrir os segredos por trás do projeto. Lá, eles enfrentam a mais nova criação do programa: a Arma XV! Fabulosos X-Men: um conto sobre o preconceito e os pequenos milagres que ele pode destruir. Wolverine: a investigação do detetive Brown está para tomar novos rumos, graças a ajuda de um certo canadense…

***

Continuação do arco sobre a Arma XV em Novos X-Men, de forma bonita mas nada de muito relevante, além da última edição de Wolverine Vol. 1 e um conto sobre o preconceito em Fabulosos X-Men.

X-Men #144

Novos X-Men: Ciclope, Fantomex e Wolverine invadiram o QG da organização Arma Extra, denominado de O Mundo. Lá os cientistas tem total controle sobre o tempo e os humanos, realizando diversas experiências. Entre elas estão a Arma XV, o sucessor de Fantomex (Arma XIII) e de Wolverine (Arma X), cujo poder é quase infinito, porém seu entendimento sobre o que é a vida é ainda muito limitado. Ele acaba destruindo qualquer sinal de ameaça iminente.

X-Men #143

A história do “Mundo” é bem complicada, não lembro de ter sido citada antes, e também bastante futurística. Alguns momentos me lembraram Matrix, ou o início da fase Morrison (com os Sentinelas insetos da Cassandra Nova). O final é interessante, com as indagações da Arma, porém pouco relevante se observar o todo. Ficou meio perdida.

Wolverine #189

Wolverine: essa é a edição #189 de Wolverine, a última deste volume, zerando na próxima e começando o volume 2 com o roteiro de Greg Rucka. Também não será mais publicada em “X-Men” e sim na nova revista solo do herói, que substituíu a “Arma X”. A história é a continuação do arco com o policial tentando desmascarar um colega de trabalho. Ele recebe uma ajudinha do Logan e tudo okay. Nada de mais, nada de novo, mesmo possuindo uma narrativa fluente. Foi uma boa tirar a série do mix e dar novos ares pro Wolv.

Uncanny X-Men #427

Fabulosos X-Men: depois da equipe enfrentar fanáticos religiosos (que crucificaram alguns alunos no jardim do Instituto) e da crise de Polaris na última edição, há uma calmaria na série. Arcanjo, Paige e Jubileu vão ao túmulo de Angelo Espinosa lamentar a morte do colega e se surpreendem ao saber que o dono do cemitério irá retirar o corpo e cremá-lo, pois as famílias dos demais mortos não querem um mutante no local. É uma história sobre o preconceito, até que interessante pelo modo como termina, sem um “final feliz”. Pena que houve pancadaria no meio, poderia ser mais sútil. A arte também infantilizou os personagens, o Anjo nem parece o homem poderoso que conhecemos (ele, em paralelo, foi à um Hospital testar seu sangue e curar algumas pessoas com ele o.O)

Em resumo essa edição foi até que razoável, porém ainda deixa a desejar se comparada com as grandes histórias que já tivemos no mix. Finalmente Wolverine vai sair e no lugar entrará a série dos “Novos Mutantes”. Espero que o foco dos Novos X-Men volte ao Instituto, também.

nota 6,5 x

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Comments

comments

Estudante de Artes, consumidor compulsivo de HQs, amante da psicodelia, sonhos, nonsense, teorias da conspiração e colagens. Um mutante. Autor da Central dos Sonhos. + www.filfelix.com.br