[Review] Marvel Apresenta #1 - Wolverine/ Hulk !

[Review] Marvel Apresenta #1 – Wolverine/ Hulk !

Marvel Apresenta #1 - Wolverine Hulk

Nome Original: Wolverine/ Hulk #1 à #4
Editora/Ano: Panini, 2002 (Marvel, 2002)
Preço/ Páginas: R$4,90 / 148 páginas
Gênero: Super-Herói/ Alternativo
Roteiro/ Arte: Sam Kieth
Sinopse: Após um acidente e avião, Wolverine é chamado psiquicamente por uma menina que pede ajuda para encontrar seu corpo e de seu pai, no fundo de um lado. Logan fica em dúvida se ela ainda está viva, mas tenta ajudá-la de qualquer forma. Inesperadamente, o Bruce Banner é o tio da garota e está no mesmo lugar, porém como o Hulk.

***

“Wolverine/ Hulk” é uma minissérie que me surpreendeu bastante. Lançada através da linha “econômica” da Panini, em 2002, num formato um pouco menor que o americano, apresenta uma história criada e desenhada pelo Sam Kieth. “Marvel Apresenta” foi o nome dado à essa revista, que à cada edição trazia uma minissérie diferente do Universo Marvel.

Marvel Apresenta #1 - Wolverine Hulk página 1

Sam Kieth é o co-criador do Sandman, sendo o primeiro desenhista da série e responsável pelo visual de Morfeus. Apesar de hoje em dia ele meio que renega este posto, alegando diferença criativa com Neil Gaiman na época e considerando seu traço muito “ruim”, Kieth construiu uma sólida carreira nas HQs com o passar dos anos. Hoje é reconhecido por seu estilo alternativo de contar histórias e também por sua arte experimental, utilizando diversas técnicas. Sua principal criação é “The Maxx”, um herói bastante surreal lançado pela Image em 1993 e que ganhou uma adaptação animada homônima pela MTV em 1995.

Em “Wolverine/ Hulk” ele conta uma história que, apesar de confusa e com algumas brechas, é bastante tocante e te prende do início ao fim. Logan sofre um acidente de avião e cai num lugar qualquer, ficando perdido. Uma menina (Po) vem pedir sua ajuda, dizendo que seu corpo e o do seu pai estão no fundo de um lago e que precisam ser retirados com urgência, pois não conseguem prender a respiração por tanto tempo. A menina, na verdade, entra em contato com ele psiquicamente, alternando sua forma diversas vezes. Logan resiste um pouco, mas acaba tentando encontrar esse tal lago. No meio do caminho encontram o Hulk, que é tio da menina e sabe como tirá-los do fundo do lago, e sofrem um pouco até transformá-lo em Bruce Banner.

Marvel Apresenta #1 - Wolverine Hulk página 2

A história se desenvolve com essa busca, uma mistura de O Sexto Sentido com X-Men. Desde o início sabemos que é praticamente impossível a menina ainda estar viva, porém temos esperança do que possa ocorrer no final e, mesmo sendo o esperado, ele surpreende por trazer um Hulk e Wolverine mais sentimentais que nunca. O traço de Kieth é perfeito, os personagens nunca são iguais de uma página pra outra (lembrando muito Bill Sienkiewicz, só que menos caótico) e suas sequencias são excelentes, ele consegue mesclar flashbacks com o presente + a imaginação de Po de uma ótima forma. Dentre as técnicas utilizadas por Keith destaca-se a pintura e as cores de Isanove (Wolverine: Origem), principalmente no jogo de sombras.

Marvel Apresenta #1 - Wolverine Hulk página 3

Talvez a parte visual de “Wolverine/ Hulk” seja o mais impressionante, já que a história contém algumas falhas de continuidade ou coisas mal explicadas como o que o Hulk estava fazendo nesse lugar? Mesmo assim, é uma leitura obrigatória aos fans do baixinho canadense e do Gigante Esmeralda. O acabamento da Panini é competente, num formato menor que o americano, capa couché e miolo com papel de qualidade. Infelizmente não há extras nem páginas numeradas.

nota 9,0 u

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Comments

comments

Estudante de Artes, consumidor compulsivo de HQs, amante da psicodelia, sonhos, nonsense, teorias da conspiração e colagens. Um mutante. Autor da Central dos Sonhos. + www.filfelix.com.br