[Review] xxxHOLiC #37 e #38 !

[Review] xxxHOLiC #37 e #38 !

xxxHOLIC #37 xxxHOLIC #38

Nome Original: xxxHOLiC Vol. 19
Editora/Ano: JBC, 2011 (Kodansha, 2011)
Preço/ Páginas: R$6,90 / Cerca de 100 páginas cada
Gênero: Fantasia/ Comédia/ Mangá
Roteiro / Arte: CLAMP
Sinopse: É nove de setembro e, nesse marco sazonal, era costume entre os antigos realizar cerimônias de purificação. Seguindo a tradição, Watanuki inicia os preparativos para produzir o saquê de crisântemo como parte dos preparativos para celebrar a data. Watanuki está vendo diversas vezes o mesmo sonho, num mundo em que existe apenas uma borboleta. A quem será que pertence o sonho e qual será o seu significado?

***

Enfim cheguei ao final de xxxHOLIC, depois de 38 edições (19 volumes japoneses). E minha reação ao terminar de ler foi um misto de saudade e raiva. Saudade porque a série é a melhor coisa que eu já li do CLAMP, além de sua história ter sido envolvente e bem desenvolvida durante todos os seus volumes. O fundo místico e as inúmeras referências culturais do Japão foi utilizado de maneira exemplar. xxxHOLIC foi o responsável por ter feito eu gostar tanto de HQs lá em meados de 2009, como expliquei no post de abertura do meu antigo blog. Já a raiva se deve ao fato das últimas histórias terem tomado um rumo muito diferente, tirando Yuko de cena e deixando o humor de lado. O final deixou muito a desejar em comparação à toda a mitologia criada em torno dos personagens.

xxxHOLIC #37 página

A série acabou em 2011, porém ficou um mistério se iria continuar ou não devido seu final em aberto e parece que feito às pressas. As edições #37 e #38 da JBC reúnem esse final. Entretanto, no começo de 2013 o CLAMP voltou a publicar sobre o nome de xxxHOLIC Rei, exatamente 10 anos após a publicação do primeiríssimo capítulo em 2003 e seguindo os eventos mostrados em 2011. Essa edição ainda é inédita no Brasil e me dá esperanças de um “renascimento” para a série.

Mas voltando a resenha, a edição #37 mostra um Watanuki tentando comemorar um marco sazonal criando um saquê e atendendo uma cliente. Já a edição #38 mostra Watanuki atendendo outro pedido, sonhando com a Yuko e… fim. Simples assim, nada de muito épico. O CLAMP pisou na bola, cadê toda aquela emoção de quando Yuko desapareceu e fez  Watanuki e o leitor chorar junto? Cadê aquele humor das primeiras edições? Cadê Himawari? Cadê Clow? Realmente, fica a impressão de que este não era o momento da série ter acabado. A partir daqui terá spoilers.

xxxHOLIC #37 página 2

Depois da “morte” de Yuko, Watanuki ficou com a loja e prometeu que nunca mais sairia dela enquanto sua antiga mestra não voltasse. E ele permaneceu assim por muitos anos. Doumeki seguiu sua vida, porém sempre ajudando o amigo. Himawari nunca mais o visitou, com medo de lhe trazer maus presságios. E desde então xxxHOLIC perdeu sua magia. Não por conta do Watanuki passar, de fato, a protagonizar. Mas por ter perdido todo aquele encanto dos volumes anteriores. No final, se passam mais de 100 anos (!) do ocorrido e Watanuki permanece na loja… aguardando. Doumeki morreu, obviamente, e é seu bisneto (!) que continua visitando a loja (mas com as mesmas características do bisavô). Himawari casou e nunca mais apareceu.

Ou seja, Watanuki ficou sozinho pela eternidade. Um final muito triste. Parece que ele só foi feliz pelo pouco tempo que permaneceu ao lado de Yuko e Cia., o que deve ter sido no máximo uns 3-5 anos. Seu passado é obscuro e havia as Ayakashis perturbando, e depois de conseguir a loja passou a ser melancólico. Volto a dizer que a série, depois de tantos grandes momentos, perdeu seu encanto. Mesmo que ela tenha sido continuada recentemente, só pelo fato de ter passado mais de 100 anos já nos tiram as esperanças de ver Doumeki novamente (o verdadeiro), de ver Watanuki finalmente beijando Himawari…. Até mesmo de ter Yuko de volta à seu cargo. Vale comentar que Doumeki não quebrou seu ovo e o passou de geração pra geração, aguardando o momento certo. Tudo indica que ao quebrá-lo Watanuki perderia todas as suas lembranças de Yuko, o que poderia entregar um final totalmente inesperado (mas igualmente triste).

xxxHOLIC #37 página 3

São tantas possibilidades e brechas deixadas pra trás que estou #chateado com esse final. Mas isso não tira o trunfo que a série foi durante todas essas edições, que eu leria com muito prazer novamente. E mesmo nesse último volume ainda teve ótimos momentos. A sequência do saquê de crisântemo é sensacional, com direito a Watanuki correr sobre as águas. O caso do Heiguchi também apresenta uma sequência excelente, com panos balançando e revelando uma menina. Muito boa. As cenas perto do final são bastante românticas, com a borboleta invadindo os sonhos dele e ameaçando (só ameaçando…) que Yuko poderia retornar. Neste mesmo sonho ela aparece libertando um pássaro de sua gaiola, uma metáfora para a libertação de Watanuki. Ele pode sair da loja e continuar sua vida =/

Enfim, um excelente mangá que chega ao fim de maneira abrupta e que deixou os fans tristes e querendo mais. Resta saber se xxxHOLIC Rei é uma continuação à altura do original. Como é inédito e os capítulos sendo publicado a passos de tartaruga (o volume #1 sai em Outubro), lerei online mesmo.

nota 7,5 9Atualização: já comecei a ler xxxHOLIC Rei e está ótimo! Review do Vol. 1 aqui.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Comments

comments

Estudante de Artes, consumidor compulsivo de HQs, amante da psicodelia, sonhos, nonsense, teorias da conspiração e colagens. Um mutante. Autor da Central dos Sonhos. + www.filfelix.com.br