[Review] Esquadrão Suicida & Aves de Rapina #7 !

[Review] Esquadrão Suicida & Aves de Rapina #7 !

Esquadr-C3-A3o-Suicida-amp-Aves-de-Rapina-237

Nome Original: Suicide Squad #7; Birds of Prey #7
Editora/Ano: Panini, 2013 (DC, 2011)
Preço/ Páginas: R$6,90/ 52 páginas
Gênero: Ação/ Super-Herói
Roteiro: Adam Glass; Duane Swierczynski
Arte: Federico Dallocchio; Jesus Saiz
Sinopse: A busca por Arlequina chega ao fim. Prepare-se para a mais chocante, inesperada e brutal aventura do Esquadrão Suicida. E ainda: Canário Negro versus Hera Venenosa. Batgirl versus Sturnia. E o chocante destino do Asfixia. Tudo acontece nessa sensacional aventura das Aves de Rapina.
***
Arlequina arrebentando todo mundo, Amanda Waller nervosíssima com a fuga dela e sem escrúpulos para explodir a cabeça de quem trair o Esquadrão. As Aves de Rapina entram em desacordo, com Canário Negro descendo a porrada em Hera Venenosa e Katana decepando os inimigos. Violência e sangue nessa 7ª edição.

Suicide-Squad-237Esquadrão Suicida: Arlequina invadiu o departamento de polícia que guarda o “rosto” do Coringa. Ela se lembra de quando abandonou o Asilo e foi jogada por ele num tanque de ácido (?), tendo sua personalidade e aparência transformada. Savant e Pistoleiro entra no local pra capturá-la. Do lado de fora, as irmãs Holo e Fote criam uma ilusão em cima do Tubarão-Rei para que possa distrair os policiais sem ser pego. A narrativa é frenética e chocante. Uma das irmãs é capturada e Amanda Waller não evita em explodir sua cabeça numa cena impressionante. Savant dá uma cacetada na cara da Arlequina, que não deixa barato e se vinga. Com o Pistoleiro é melhor, chegando no auge da loucura. História muito boa e empolgante, vários pontos à serem explorados na próxima edição.

Birds-of-Prey-237Aves de Rapina: depois do sangrento Esquadrão Suicida, as Aves não deixam por menos, também. Finalmente elas encontram o vilão Asfixia, porém ele meche com a cabeça delas e desestrutura a equipe.  Sturnia ameaça atirar na Batgirl e Katana simplesmente decepa a cabeça do cara, pra prevenir mais confusão. O destaque fica para a briga entre Canário e Hera: a loira não concorda com alguns métodos da ex-vilã e lhe dá uma voadora na cara. Claro que Pam não vai deixar barato. Também citam a ligação dela com o Verde.

Esquadrão Suicida & Aves de Rapina ganharam fôlego nessa edição, sendo a mais interessante até o momento. Esse é o tom certo de Esquadrão: violento e empolgante; enquanto as Aves saíram da zona de conforto. Arlequina vem se destacando, fica a expectativa de um possível encontro entre ela e o Coringa (se ambos viverem até lá). Fecha a edição uma matéria sobre Molly Maine, a primeira “Arlequina” da DC.

nota 8,5 ;

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Comments

comments

Estudante de Artes, consumidor compulsivo de HQs, amante da psicodelia, sonhos, nonsense, teorias da conspiração e colagens. Um mutante. Autor da Central dos Sonhos. + www.filfelix.com.br