[Review] Cavaleiros do Zodíaco - Saint Seiya #6 !

[Review] Cavaleiros do Zodíaco – Saint Seiya #6 !

Cavaleiros-do-Zod-C3-ADaco-Saint-Seiya-236-capa
Nome Original: Saint Seiya #6
Editora/Ano: JBC, 2012 (Shueisha, 1987)
Preço/ Páginas: R$10,90/ 184 páginas
Gênero: Ação/ Mangá
Roteiro/ Arte: Masami Kurumada
Sinopse: O confronto entre os Cavaleiros de Prata e os de Bronze continua! Depois da derrota de Misty de Lagarto e Babel de Centauro, outros cavaleiros enviados pelo Santuário chegam para averiguar a situação. Asterion de Cães de Caça suspeita de Marin, e as coisas não ficam nada boas para a garota. Seiya precisa se apressar caso queira salvar sua mestra! Quando finalmente é revelada a identidade de Athena, o Santuário manda mais Cavaleiros para assassiná-la!
***

CDZ #6 pode ser dividido em duas partes: a primeira mostra Seiya enfrentando alguns Cavaleiros de Prata e a volta de Marin, presa na água e que pode morrer afogada caso não seja salva à tempo. Descobrimos que os dois podem ser irmãos, também. Já na segunda parte Seiya e os demais Cavaleiros de Bronze recuperam a Armadura de Ouro e voltam ao Coliseu para entregá-la e dar um fim à essa história de lutas, além de criticar Saori Kido. Nem preciso dizer que essa segunda parte é melhor, pois finalmente eles “caem” na real.

No início Hyoga enfrenta o cavaleiro Babel de Centauro e descobre que os Cavaleiros Negros foram mortos no lugar deles. Em outro lugar chegam os cavaleiros Asterion de Cães de Caça e Mouses de Baleia, descobrem que Marin criou diversas ilusões para salvar Seiya e cia. e acabam derrotando-a e a pondo no meio do mar, para chamar a atenção do Pégasus. Aqui sabemos que Marin e Seiya podem ser irmãos, por isso ela o protege tanto. 

Cavaleiros-do-Zod-C3-ADaco-Saint-Seiya-236-p-C3-A1ginaDepois de lutas e mais lutas, com destaque para as cenas em alto contraste, Marin finalmente  se livra das cordas numa cena cômica, pra não dizer trágica. É a partir daqui que a história começa a se tornar mais “verídica”, afinal de contas, ela é uma treinadora de cavaleiros e não consegue se soltar sozinha? Vale comentar que essa praia onde a cena acontece serviu de cemitério para muitos personagens. 

Na segunda parte Seiya se reúne com Hyoga, Shun e Shiryu, agora com todas as peças da Armadura de Ouro, e discutem sobre o torneio pelo qual passaram, sobre a fundação GRAAD e Matsumasa Kido, o pai de todas as 100 crianças espalhadas pelo mundo em busca de se tornar um cavaleiro (!). Finalmente a ficha cai e concordam que tudo não passou de um concurso violento e sem sentido, além de querer mandar Saori Kido para aquele lugar. Esse foi um dos melhores momentos da série até aqui.

Cavaleiros-do-Zod-C3-ADaco-Saint-Seiya-236-p-C3-A1gina-2Chegando ao Coliseu a Srta. Saori, para nossa surpresa, está transformada e diz ser a própria encarnação da deusa Atena, além contar tudo que aconteceu até agora (o que não justifica muita coisa). O grupo não dá a mínima, mas o cavaleiro Jamian de Corvo surge para roubar a moça e as peças da armadura por ordem do “Grande Mestre”. Temos, então, uma perseguição, a vinda de mais três Cavaleiros de Prata e, obviamente, bastante porrada. Ikki também dá as caras.

CDZ #6 está mais interessante que as edições anteriores, pois deixa de lado o exagero típico e fica mais “pé no chão”. Isso não quer dizer que os desenhos de Kurumada tenham melhorado e nem que as inúmeras cenas de sofrimento à beira da morte tenham acabado. Vale comentar algumas “novidades”: os cavaleiros possuem cartas com seus respectivos símbolos, colocando em cima do adversário morto; existe um Grande Mestre, responsável pelos 88 (!) cavaleiros existentes; ao final temos cartas de duas leitoras da série e mais esquemas de armaduras.

nota 7,0 i
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Comments

comments

Estudante de Artes, consumidor compulsivo de HQs, amante da psicodelia, sonhos, nonsense, teorias da conspiração e colagens. Um mutante. Autor da Central dos Sonhos. + www.filfelix.com.br