[Review] Fábulas - 1001 Noites #1 à #3 !

[Review] Fábulas – 1001 Noites #1 à #3 !

f-C3-A1bulas-1001-noites-1-capa f-C3-A1bulas-1001-noites-2-capa f-C3-A1bulas-1001-noites-3-capa
Nome Original: Fables: 1001 Nights of Snowfall
Editora/Ano: Pixel, 2007 (Vertigo, 2006)
Preço/ Páginas: R$6,90/ 48 páginas cada
Gênero: Fantasia
Roteiro: Bill Willingham
Arte: Charles Vess, Michael Wm. Kaluta, John Bolton, Mark Buckingham, James Jean, Mark Wheatley, Derek Kirk Kim, Tara McPherson, Esao Andrews, Tara McPherson, Brian Bolland e Jill Thompson
Sinopse: Branca de Neve viaja pro mundo das Fábulas da Arábia para alertá-las dos perigos do Adversário, mas acaba presa no conto das Mil e Uma Noites e para se salvar vai ter que contar histórias do passado das Fábulas, revelando coisas que ninguém sabia sobre ela mesma, sobre o Lobo Mau e várias outras.
Fábulas é uma série do selo Vertigo criada por Bill Willingham em 2002 e que já ultrapassou as 100 edições, vencedora de diversos Eisner e considerada uma das melhores séries dos anos 2000. Muitos, inclusive, chegam a compara-la com Sandman. Como o próprio nome diz, Fábulas é protagonizada por diversos personagens de conto de fadas, entre eles Lobo Mau, Branca de Neve, Príncipe Encantado etc. Todas viviam nas Terras Natais até que o Adversário e seu exército começou a atacar e expulsar as fábulas de lá. Exiladas, elas viajam ao plano dos humanos e criam uma comunidade secreta em Nova York, a Cidade das Fábulas.
***
 
1001 Noites se passa num período anterior ao da série principal, uma espécie de “origem”. Branca de Neve viaja ao Oriente para conhecer o Sultão e avisá-lo das ameaças do Adversário, que podem cair sobre as fábulas árabes. Porém ele não acredita e a aprisiona em seu castelo, solicitando sua presença pela noite para desposa-la e matá-la na manhã seguinte. Entretanto, Neve lhe conta uma historia da Cidade das Fábulas e consegue que sua vida seja poupada e, desde então, ela conta toda noite uma história para o Sultão, que fica curioso com o desfecho a cada dia que passa, como no conto As Mil e Uma Noites, de Sherazade.
f-C3-A1bulas-1001-noites-uma-mulher-impertinente f-C3-A1bulas-1001-noites-as-li-C3-A7-C3-B5es-de-esgrima
Originalmente, 1001 Noites foi lançado em encadernado nos EUA e aqui a editora Pixel dividiu em 3 edições. Cada história narrada por Neve é desenhada por uma artista diferente, entre eles temos grandes nomes como Charles Vess (Livros da Magia), Brian Bolland (Camelot 3000) e Jill Thompson (Orquídea Negra). No geral, a arte desse especial é fantástica. As cenas de Branca de Neve e o Sultão é retratada na forma de conto ilustrado, com textos de Bill Willingham e ilustrações de Vess. Na primeira edição, a história narrada por Neve é a dela própria, de quando casou com o Príncipe e, de cara, o leitor já se surpreende com a temática adulta, envolvendo cenas de violência e sexo. A arte é do John Bolton (Sandman Apresenta: As Fúrias), que se assemelha à fotografias.
 
Nas edições seguintes temos diversas outras histórias, permitindo ao leitor conhecer um pouco mais do passado das Fábulas e de como elas reagiram ao ataque do Adversário. O grande destaque fica para a caracterização que Willingham deu à esses personagens tão conhecidos, deixando-os mais humanos, cheios de qualidades e defeitos, colocando as lições de moral de lado. A segunda história (As Tortas de Natal), mostra a astúcia da Raposa em enganar o inimigo e salvar os seus amigos. A arte é Mark Buckingham, desenhista regular da série Fábulas, e é magnífica, numa espécie de aquarela.
 
f-C3-A1bulas-1001-noites-um-olhar-de-sapo f-C3-A1bulas-1001-noites-as-tortas-de-natal
Em seguida temos “Um Olhar de Sapo”, desenhada por James Jean (o capista da série principal) que utiliza somente tons cinzas para narrar a história impressionante de um príncipe que se transforma em sapo sempre que vive fortes emoções. Essa história, em específico, venceu o Eisner na categoria Melhor História Curta. Em seguida temos “O Baixinho”, desenhado por Mark Wheatley (Liberty Meadows), mostrando o romance entre a loba Inverno e do Vento do Norte, e de como um de seus filhos, um pequeno lobinho, se transformou no grande Lobo Mau. “Amor de Mãe” é uma historia curta onde um coelho é transformado em humano e só pode ter sua antiga forma de volta caso receba o amor de uma coelha. Desenhada por Derek Kirk Kim (Bizarro World), é interessante por mostrar o “outro lado” das fábulas onde, normalmente, um humano é transformado em animal. 
 
A próxima história, “Diáspora”, é uma das mais interessantes. Branca de Neve e sua irmã gêmea, Rosa Vermelha, fugiram do exército do Adversário e se perderam numa floresta, encontrando uma estranha casa queimada, mas feita de doce. Encontram no forno um esqueleto que, para surpresa delas, ainda está vivo e que, depois de salvo, começa a se regenerar e tomar a forma de uma senhora. Todas as cenas com as irmãs é ilustrada por Tara McPherson (Witching), com seus traços característicos e cores pálidas. Quando a senhora se recupera, ela conta ser uma bruxa e que foi jogada no forno por duas crianças (João e Maria) e por ter sido salva, irá contar sua história.
f-C3-A1bulas-1001-noites-amor-de-m-C3-A3e f-C3-A1bulas-1001-noites-o-baixinho
“O Conto das Bruxas” é ilustrado por Esao Andrews (Casa dos Mistérios) e conta como uma índia se tornou uma bruxa assustadora, capaz de sacrificar seu próprio filho para possuir poder. É uma história forte e o destaque fica para a relação que Willingham fez da Bruxa com diversas Fábulas, como A Bela e a Fera, Rapunzel e outros personagens que, inclusive, apareceram em 1001 Noites. “O Que Você Deseja” é outra história curta mostrando uma moça que adora viajar e conhecer novos lugares, porém acaba enjoando e pede para uma feiticeira transformá-la em sereia, para poder conhecer os mares. Ilustrada pelo Brian Bolland, o leitor conhece um pouco mais da Fazenda, a area destinada às fabulas que não possuem forma humana.
 
“Divisão Justa” é a última história, sobre um rei que perde tudo para o Adversário e se vê obrigado à permanecer numa caverna com diversas outras fábulas, como os três ratos cegos. Como é bondoso, deixa de comer para poder alimentar os demais, porém ele chega ao seu limite e começa a desfalecer, obrigando os demais a procurarem por comida. Com a bela arte da Jill Thompson, é uma história interessante que finaliza bem o especial. Branca de Neve, ao final de 1001 Noites, não possui mais histórias pra contar e decide abrir o jogo com o Sultão, num bom desfecho.
 
f-C3-A1bulas-1001-noites-o-conto-das-bruxas f-C3-A1bulas-1001-noites-di-C3-A1spora
O acabamento dado pela Pixel é simples, mas usual, com capa couche e miolo LWC. Há erros de tradução e de gramática na primeira edição, mas que são corrigidos nas demais. Ao final, há um um resumo de todos os artistas envolvidos e uma matéria especial sobre Bill Willingham. As páginas, porém, não são numeradas. Fábulas – 1001 Noites é uma bela coleção de contos que amplia o universo da série principal, mas peca em não possuir nenhum grande momento. Muitos contos são legais, mas não passam disso, alguns chegam a dar a impressão de “tapa buraco” por ser muito curto. Outros, como o da Bruxa, são ótimos. A arte, como é de se esperar, é o ponto forte.
nota 8,5 o
f-C3-A1bulas-1001-noites-divis-C3-A3o-justa f-C3-A1bulas-1001-noites-o-que-voc-C3-AA-deseja
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Comments

comments

Estudante de Artes, consumidor compulsivo de HQs, amante da psicodelia, sonhos, nonsense, teorias da conspiração e colagens. Um mutante. Autor da Central dos Sonhos. + www.filfelix.com.br