[Review] Marvel + Aventura #2 !

[Review] Marvel + Aventura #2 !

História da edição: Com Grandes Poderes !
marvel-252B-aventura-25232-capa
Nome Original:  The Mighty Thor # 51
Editora/Ano: Panini, 2011 (Marvel, 2002)
Preço/ Páginas: R$1,99/ 26 páginas
Gênero: Ação/ Super-Herói
Roteiro: Dan Jurgens
Arte: Tom Raney e Scott Hanna 
Sinopse: Asgard foi transportada para os céus de Nova Iorque e os governos vêem isso como uma invasão de espaço aéreo, digna de uma ofensiva militar.Será que os humildes argumentos do aracnídeo serão suficientes para convencer o novo Thor e evitar uma tragédia maior ? 
.
Tirando a bela arte de Tom Raney (Aniquilação 2: A Conquista), essa edição não traz mais nada de interessante. Ela começa de lugar nenhum e termina em nenhum lugar. Para promover o filme do Thor bem que poderiam ter escolhido uma história melhor e fechada.
.
Após a morte de seu pai, Odin, Thor se torna o soberano de Asgard e, descontente com a humanidade, decide materializar a Cidade Dourada em cima de Nova York e tomar algumas atitudes pelos humanos. O governo considera isso uma ameaça e ataca a cidade flutuante e sobra para o Homem-Aranha tentar impedir e salvar o dia. Essa história já foi publicada aqui em Os Poderosos Vingadores #7, de 2004.
marvel-252B-aventura-25232-p-25C3-25A1gina-3
 
O grande problema da edição é não mostrar os reais motivos do Thor ir a Nova York, ou como foi para lá, e terminar com essa mesma dúvida. Ao fim da edição você fica com um grande “?” na cabeça e ninguém está afim de encontrar (ou comprar) Os Poderosos Vingadores #8 pra saber como a história termina. Por que um deus nórdico coloca sua cidade em Nova York e não na Alemanha, por exemplo ? A participação do Homem-Aranha também soa forçado.
.
Com medo da cidade, o governo logo de cara lança uma bomba nuclear afim de destruir tudo, sem sucesso, claro. Thor parece um cara que acordou sem muita coisa pra fazer e resolve impor suas leis sobre os humanos, pelos quais já lutou como herói. Pode até ser que no arco em que a história foi publicada essas atitudes tenham algum sentido, mas lê-la isolada e ainda mais para um público alvo “leigo” no assunto, é totalmente irreal e diferente do Thor mostrado nos cinemas e até mesmo nos quadrinhos atuais.
 
marvel-252B-aventura-25232-p-25C3-25A1gina-4
Com Grandes Poderes é isso, uma onda de acontecimentos sem nexo, forçadas e sem explicações futuras. Acho muito difícil alguém curtir a história, mesmo para os fans de Thor. A edição da Panini segue o padrão das anteriores, de ótima qualidade e com um preço camarada (R$1,99). Mesmo com altos e baixos já nas primeiras edições, é uma série que vale a pena ser colecionada, principalmente por quem não conhece muito do mainstream da Marvel e DC, como eu, além de variar o cardápio quadrinhistico de cada um. A arte de Tom Raney é rica em detalhes e super colorida, tornando Asgard numa bela cidade brilhosa, e é o único ponto “alto” da HQ. Mas, infelizmente, a arte não segura o roteiro.
nota 2,0 g
 
* Disponível nas bancas de jornais à R$1,99. A história dessa edição é dispensável, mas a série +Aventura em si é uma boa.
marvel-252B-aventura-25232-p-25C3-25A1gina-2
Até !
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Comments

comments

Estudante de Artes, consumidor compulsivo de HQs, amante da psicodelia, sonhos, nonsense, teorias da conspiração e colagens. Um mutante. Autor da Central dos Sonhos. + www.filfelix.com.br