[Review] xxxHOLiC #1 e #2 !

[Review] xxxHOLiC #1 e #2 !

21300641_4 21300643_4

Nome Original: xxxHOLiC Vol. 1
Editora/Ano: JBC, 2006 (Kodansha, 2003)
Preço/ Páginas: R$5,90/ Cerca de 100 páginas (cada)
Gênero: Fantasia/ Comédia/ Mangá
Roteiro/ Arte: CLAMP
Sinopse: Kimihiro Watanuki é um estudante que sofre por ser importunado por criaturas sobrenaturais que se sentem magicamente atraídas por ele. Esses seres que o perseguem são invisíveis para o restante das pessoas, o que dificulta ainda mais a vida do garoto. Mas tudo muda quando Kimihiro conhece a loja de desejos da sedutora bruxa Yuko Ichihara. Para se livrar da perseguição do além, ele se torna seu assistente. E, entre uma limpeza e outra, ele precisa executar os mais estranhos trabalhos. O primeiro deles envolve uma jovem perseguida por uma estranha nuvem negra e, no segundo, uma jovem que é viciada em internet.

.

xxxHolic foi meu primeiro contato com o mundo dos mangás. Na verdade, foi com ele que me interessei pelas HQs no geral e a iniciar minha coleção. Antes, eu lia uma coisa e outra dos X-Men, via scan. Conheci xxxHolic através de um wallpaper aleatório na internet. Achei a arte incrível e fui atrás de informações a respeito. Descobri que era de um anime. Baixei os episódios e adorei. Mais a fundo, descobri que era baseado num mangá. Mas o que é um mangá ?
.
Eu até tinha uma noção do que era, mas nunca tinha visto ou lido algum. Sabia que era um “gibi” japonês, mas como que era, não. Fui pesquisando mais, buscando onde comprar etc. Vi algumas imagens e me interessei mais. Num belo dia, então, encontrei um colecionador, no orkut, que estava vendendo as 10 primeiras edições à um bom preço. Não pensei duas vezes e comprei. Confesso que foi um momento estranho, no meu primeiro contato com os volumes. Tive dificuldades ao começar a ler. Mangá tem muitas referencias “engraçadas”, digamos assim, que me deixava confuso, parecia uma zona de palavras e símbolos. Com o tempo fui gostando e hoje em dia é um dos meus preferidos. Ao terminar o 10º vol., fui atrás de mais. Foi nesse período que me interessei mais ainda por HQs e fui, pela primeira vez, à Fest Comix, em 2009. De lá pra cá, minha pequena coleção só vem aumentando.
xxxholic-2165031

Não consegui encontrar imagens da edição da JBC, então peguei essas do Manga Reader.

Como xxxHolic está chegando ao fim aqui no Brasil, resolvi começar a ler do início, novamente, e ir postando as reviews aqui no blog, de dois em dois volumes, assim vou entendendo melhor este universo e ir relembrando pra analisar.
.
xxxHolic retrata uma loja de “desejos”, onde a dona, Yuko, é uma bruxa que consegue realizar os desejos das pessoas ou ajuda-las num determinado problema à um certo custo. Esta loja só é visível para aqueles que necessitam dela, mesmo que não saibam. O jovem Watanuki possui o poder de ver e atrair espíritos. Essas criaturas o perturba e ele não vive em paz, desejando não ter esse poder. Num certo dia, ao ir à escola, Watanuki começa a ser seguido por um desses espíritos e no meio da correria ele encosta num muro fazendo com que, de repente, o fantasmas desaparecessem. Este é o muro da loja e, estranhamente, Watanuki começa a ser levado para dentro da loja, mesmo contra sua vontade. Lá, Yuko pergunta, no meio de um belo diálogo, qual é o desejo dele. Ao dizer que não queria ver mais tais espíritos, Yuko realiza o desejo mas pede algo em troca: que vire funcionário da loja. A partir de então que se inicia, de fato, a série e, no decorrer dela, Watanuki aprende lições importantes da bruxa e a ajuda a realizar os problemas de seus clientes. Além dos dois personagens principais, ainda tem Doumeki, que é um amigo/inimigo de Watanuki, muito sério e que consegue afastar os espíritos de si; e Himawari, a amiga de Watanuki, pelo qual ele é apaixonado. O trio de amigos participam de situações hilárias. Ainda tem a criatura mágica Mokona e as assistentes de Yuko, Maru e Moro, entre outras personagens.

xxxholic-2165039

O que mais me fascina em xxxHolic é toda a mitologia envolvida na série. Há muitos mistérios e misticismo tratado, mas de um modo mais sério, sem beirar o absurdo ou misturar crenças, sem envolver Deus ou o Diabo, como outras fazem e, mesmo assim, consegue ser engraçado. As edições da JBC são competentes na parte de tradução e notas, pois os personagens fazem referências à muitas coisas, muitas mesmo. Yuko é praticamente uma filósofa/psicóloga, há muitos por menores e mensagens subliminares no decorrer da obra. E desde as comidas citadas por Watanuki aos feitiços e lendas citadas por Yuko, há notas a respeito, facilitando a vida do leitor. Certos casos que a Yuko trata servem até como auto-ajuda para nós mesmos, como tratar de certos vícios ou maus costumes. Se isso já não fosse suficiente, xxxHolic também possui referências à outras séries e personagens da Clamp, como o mais nítido, Tsubasa Reservoir Chronicles, cuja obra está diretamente relacionada, sugerido até em lê-los simultaneamentes. Além de Tsubasa, também tem Card Captor Sakura, entre outros. Quando não são personagens, são objetos ou lugares citados.

.
Eu recomendo a leitura principalmente para aqueles que gostem de misticismo, magia, esoterismo etc, e de uma boa comédia também. Pessoas mais “discrentes” ou muito religiosas podem não gostar, pois é utilizada toda a cultura e mitologia japonesa, entre outras, nisto envolve demônios, espíritos, deuses, elementais, magia, poderes etc.

xxxholic-2165111

Bom, já deu pra perceber que gosto muito de xxxHolic, então vamos mudar de assunto e partir para as partes “técnicas” da série e de sua publicação pela JBC. xxxHolic é uma criação do famoso grupo CLAMP. Para quem não conhece, o CLAMP é uma produtora de mangás formada por um time de mulheres que já criaram muitas coisas interessantes e adoradas aqui no Brasil. Entre as obras mais famosas, temos: Card Captor Sakura, Guerreiras Mágicas de Rayearth, Chobits, X/1999, Angelic Layer, xxxHolic e Tsubasa, entre outras colaborações.
xxxholic-2165113
O traço dos desenhos da Clamp são bem conhecidos pelos otakus e os temas tratados também, sempre muito bem detalhados. O fato de interligar obras também é bastante usado por elas. Os traços de xxxHolic é muito particular e utiliza bastante texturas, estampas, fumaças etc para dar um ar mais esotérico ao título. Os personagens geralmente são altos e magros. Algumas perspectivas também são ótimas. As capas, todas “iguais” à uma primeira vista, são excelentes e muito detalhadas.
.
No Japão, geralmente os mangás são lançados em revistas, em forma de capítulos e, posteriormente, compilados num volume. Este volume é chamado “tonkohon”, contendo, em média, 200 páginas preto e brancas. No Brasil, a JBC, que já lançou boa parte do arquivo CLAMP, lançou xxxHolic no duvidoso formato “meio-tonkohon”, ou seja, um volume japonês é lançado por aqui em duas partes. Isso significa que, se uma série possui 10 volumes no Japão, aqui no Brasil serão 20 volumes. xxxHolic chegou ao fim recentemente, completando 19 volumes tonkohon, então aqui no Brasil a serie finalizará no volume 38, provavelmente. Estamos bem perto, atualmente ela se encontra no vol. 36.

xxxholic-2165167

O primeiro vol. Japonês mostra como Watanuki foi parar na loja, como já disse no começo, e também mostra Yuko auxiliando uma moça que possui um péssimo hábito e, caso não o mude, poderá ter um terrível fim. No segundo caso, Yuko irá ajudar uma jovem que é viciada em internet e tem sua vida prejudicada por conta disso. Esse volume está em xxxHolic #1 e #2, da JBC, lançados em 2006. É interessante ressaltar a personalidade de Yuko e sua forma de pensar e agir, ela contrasta bem com Watanuki, que é mais “vazio”, não tendo uma personalidade mais “forte”. Isso fica bem visível mais pra frente. Não conheço a edição original para poder comparar com a nacional, mas posso dizer que a edição da JBC poderia ser melhor, bem melhor. Não há extras, introdução, editorial, nada. Há apenas a capa colorida, muito boa por sinal, o aviso de como ler, propaganda e a história, só. A parte boa da JBC são a tradução e as notas.
 
Bom, já falei muito. Agora você já tem uma base de xxxHolic e já pode começar a ler. Esse post foi maior mas os próximos serão menores e me focarei mais nas edições em si. Então, aguardem o review das edições #3 e #4, equivalente ao 2º vol. Japonês.
nota 8,5 u
* As edições não são muito fáceis de encontrar, mas em lojas virtuais ou especializadas você até consegue. Preço de capa: R$5,90 com 100 páginas, cada. Muitos devem achar a nota alta demais para o título. Mas xxxHolic é uma das séries que mais gosto e não poderia dar uma nota menor, pois possui uma arte excelente, roteiro idem além de ótimos diálogos, sem contar que utiliza a magia muito bem. Nessas primeiras edições o leitor já começa a perceber como será o título daqui pra frente, mas pode ter certeza que muita coisa inusitada irá ocorrer.
xxxholic-2165271

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Comments

comments

Estudante de Artes, consumidor compulsivo de HQs, amante da psicodelia, sonhos, nonsense, teorias da conspiração e colagens. Um mutante. Autor da Central dos Sonhos. + www.filfelix.com.br